Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo sentimentos

Capacidade de cultivar bons sentimentos

  Vivemos dias conturbados, de muita correria, sempre às voltas com problemas pessoais e familiares. A vida moderna é marcada pela competitividade. As maravilhas das novas tecnologias a um só tempo atraem e assustam. O mundo do trabalho exige empenho e atualização constante. Desde crianças somos empurrados ao consumismo, a buscar o sucesso e o bem-estar material a qualquer custo. Neste ambiente, esquecemos muitas vezes de que somos seres humanos, esquecemos de construir nossa felicidade com base em valores perenes. Pergunto: Você se considera uma pessoa feliz? Você sabe lidar com as carências do seu coração, com as dores da alma, com o sofrimento físico e as doenças? Rico ou pobre, empregado ou desempregado, pai ou filho, jovem ou idoso, você consegue encarar os “vazios” que vez ou outra atravessam o caminho e engolem nossas forças? É muito normal sentir vazios e carências. Anormal é não buscar sair deles. O sofrimento faz parte da nossa longa e árdua caminhada. Para não ficar pelo cam

Lenda da carpa - O Dragão dourado

Segundo esta lenda, muito antiga por sinal, a carpa tinha que atingir a fonte do rio que corta a China, o Huang Ho (Rio Amarelo), na época da desova. Para isso, tinha que nadar contra a correnteza e saltar cascatas até à montanha Jishinhan. A carpa que alcançasse o topo tornava-se um dragão. Por causa dessa crença, acredita-se que uma carpa subindo a correnteza de um rio significa força, coragem e determinação para alcançar objetivos e superar dificuldades. Já uma carpa descendo significa objetivos alcançados ou metas cumpridas.  Todos nós podemos ser como as carpas. Devemos correr atrás de nossos sonhos e objetivos. Afinal, temos dentro de nós um potencial infinito para a felicidade, harmonia, inteligência e todos os demais atributos que pudermos desenvolver. É não se deixar abater diante das dificuldades como ensina o provérbio  Nanakorobi Yaoki  (Se cair sete vezes, levante 8). Mas isso não é uma tarefa fácil, pois teremos que sair de nossa zona de conforto e “atravessar gra

Aquarela do Amor

"Não sei se a vida é curta ou longa para nós, mas sei que nada do que vivemos tem sentido, se não tocarmos o coração das pessoas. Muitas vezes basta ser: colo que acolhe, braço que envolve, palavra que conforta, silencio que respeita, alegria que contagia, lágrima que corre, olhar que acaricia, desejo que sacia, amor que promove. E isso não é coisa de outro mundo, é o que dá sentido à vida. É o que faz com que ela não seja nem curta, nem longa demais, mas que seja intensa, verdadeira, pura enquanto durar. "Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina." (Cora Coralina)

O que importa são os sonhos

O que importa são os sonhos... "Há quem diga que todas as noites são de sonhos.  Mas há também quem garanta que nem todas, só as de verão. No fundo, isto não tem muita importância.  O que interessa mesmo não é a noite em si, são os sonhos. Sonhos que o homem sonha sempre, em todos os lugares, em todas as épocas do ano, dormindo ou acordado." (Sonho de uma Noite de Verão)- W. Shakespeare Os sonhos, os desejos, tudo aquilo que estabelecemos como meta a alcançar, são motivadores. São como combustível a mover nossa máquina. Quem não sonha fica inerte, parado no tempo....simplesmente desmotivado. Estabeleça objetivos e metas. Corra atrás de seus sonhos, independentemente do tempo que possa levar para alcança-los. Organize-se levando em consideração o tempo de cada um. Alguns sonhos podem ser alcançados muito rapidamente, outros demoram um tempo maior. Mas isso não importa! O que importa é sonhar. Algumas pessoas sonham com casas, carros, dinheiro, fama. São esc

Gratidão

Uma bela história para reflexão. Você é capaz de fazer o mesmo? Certa manhã, uma mulher bem-vestida parou em frente de um homem sem-teto, que olhou para cima lentamente ...   e reparou que a mulher parecia acostumada com as coisas boas da vida.   O casaco era novo. Parecia que ela nunca tinha perdido uma refeição em sua vida.   Seu primeiro pensamento foi:  "Só quer tirar sarro de mim, como tantos outros fizeram ....”   -"Por favor, Deixe-me sozinho!”  Resmungou o homem...  Para sua surpresa, a mulher continuou de pé. Ela estava sorrindo, seus dentes brancos exibidos em linhas deslumbrantes.   -"Você está com fome?"   , perguntou ela.   -"Não" , respondeu sarcasticamente.  Acabei de voltar do jantar com o presidente .... Agora vá embora."   O sorriso da mulher se tornou ainda mais amplo.   De repente, o homem sentiu uma mão suave debaixo do braço.  - "O que você está fazendo, senhor

Espalhe a idéia

Em uma aldeia onde havia muitos colecionadores que passavam a vida colecionando objetos descartados pelas outras pessoas. Os colecionadores descobriram que uma vez que se tenha uma grande e variada quantidade de artigos descartados, eles se tornam valiosos novamente. 

O tempo e a vida

365... chegando na reta final.  Mais um ano que passou tão rápido. Engraçado como a sensação é coletiva. Outro dia falávamos sobre o assunto e como vivemos um tempo diferente. Sim, "tempos diferentes", não somente quanto aos hábitos do ser humano e às novas tecnologias e evoluções existentes, mas também no sentido mais estrito da palavra. O mundo evolui, embora o ser humano não consiga acompanhar em sua evolução pessoal, aprendendo amar, respeitar e seguir os melhores caminhos. Corremos de um lado ao outro. O dia que começou há poucas horas parece chegar ao fim, mal tendo iniciado. E nos momentos em que nos permitimos parar alguns segundos ou minutos no decorrer do dia, pensamos: o que faço com meu tempo? qual é o meu tempo? Você sabe em que tempo vive? Encaixa-se totalmente nas vivências destes tempos? Final de ano sempre foi tempo de fazer planos e tentar estabelecer metas. ....vou fazer isso ou aquilo... Mais 365 dias... Talvez e, muito provavelm

Perseverare

Adebayo sentia-se infeliz. Reclamava constantemente da infelicidade que tomava conta de seus dias. " Não sou triste. Sou uma pessoa infeliz. Nada me satisfaz ou faz graça". Já passou por tantos fracassos e tantas desilusões que não acredita em seu potencial. Nunca conseguiu nada que tenha almejado, pessoal, profissional ou socialmente. Perdeu a noção de quantas vezes sonhou e viu tudo desmoronar. Sempre construiu castelos que ruiram, um após outro. Tornou-se um descrente de si mesmo. Vivia perdido em devaneios de auto-comiseração e intitulava-se flagelado na alma. Seu discurso fazia lembrar o poema de Álvaro de Campos , " Passagem das Horas ": "Trago dentro do meu coração,  Todos os lugares onde estive,  Todos os portos a que cheguei,  Todas as paisagens que vi... E tudo isso, que é tanto, é pouco para o que eu quero..... ....Experimentei mais sensações do que todas as sensações que senti,  Porque, por mais que sentisse,

Dentro de você

Bem, já que mais uma semana se inicia, vale a pena refletir sobre uma questão básica: O que posso fazer para que o mundo seja melhor? Fome e desespero Será que o mundo depende de atitudes extravagantes ou grandiosas para que seja melhor? Creio que não! O mundo melhor começa dentro de cada ser humano. Dentro de cada um de nós é possível florescer as atitudes que podem tornar o mundo maravilhoso. Nosso mundo interior pode ser o grande responsável por aquilo que desejamos viver. Então que tal iniciar a semana tornando seu mundo interior um lugar fantástico? Pense de que forma isso é possível, afinal não é difícil. Temos duas mãos, dois pés, dois olhos e dois ouvidos. Que tal utilizá-los da melhor forma possível? Proponha-se a ouvir mais e pense muitas vezes antes de falar qualquer coisa que possa machucar. Dê ouvidos a quem necessita expôr suas feridas emocionais ou mazelas existenciais. Seja paciente. Olhe ao seu redor. Muito próximo, com certeza,  há p

Almas que choram

Você acredita que está imune? Já sangrou em sua alma? Se já passou por um sofrimento emocional bem sabe a dor. Se nunca passou, lembre-se: JAMAIS JULGUE!! Pensamentos diários, semblantes interrogativos. Diálogos perdidos, monólogos da alma. Medos, aflições, Dúvidas, angústias, Dores no peito, solidões. Almas que choram. Buscam soluções flagelos do ser. Humanos no caos de um labirinto interior. Medo da loucura, da perda da razão. Anseios frustrados diante de um "não" Ahhh!! humanos Tantos pensamentos, tantos sentimentos... Quanta busca!! E na procura de algo incerto, sem bem saber o que buscar ou querer sofrem humanos. Imerso em devaneios, nos monólogos da alma, vive, o ser, a penúria emocional.