Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo pensamentos

O tempo e a vida

365... chegando na reta final.  Mais um ano que passou tão rápido. Engraçado como a sensação é coletiva. Outro dia falávamos sobre o assunto e como vivemos um tempo diferente. Sim, "tempos diferentes", não somente quanto aos hábitos do ser humano e às novas tecnologias e evoluções existentes, mas também no sentido mais estrito da palavra. O mundo evolui, embora o ser humano não consiga acompanhar em sua evolução pessoal, aprendendo amar, respeitar e seguir os melhores caminhos. Corremos de um lado ao outro. O dia que começou há poucas horas parece chegar ao fim, mal tendo iniciado. E nos momentos em que nos permitimos parar alguns segundos ou minutos no decorrer do dia, pensamos: o que faço com meu tempo? qual é o meu tempo? Você sabe em que tempo vive? Encaixa-se totalmente nas vivências destes tempos? Final de ano sempre foi tempo de fazer planos e tentar estabelecer metas. ....vou fazer isso ou aquilo... Mais 365 dias... Talvez e, muito provavelm

Um Novo Ciclo

Mais um ano finalizando e outro que se inicia, cheio de promessas e esperanças. Conseguiu conquistar seus objetivos? O início de um Novo Ano sempre proporciona a expectativa de um recomeço. Que tal aproveitar esse recomeço de um novo ciclo e fazer mudanças em sua vida. Vença os obstáculos que ainda não superou.  Proponha-se a viver cada segundo, usufruindo a oportunidade de estar vivo. Proponha-se a Amar e transmitir seu AMOR às pessoas. Proponha-se a viver em PAZ, transmitindo, assim, a mesma sensação àqueles próximos a ti. Proponha-se a viver na LUZ do bem e será capaz de fazer o melhor que pode. Entenda que seus pensamentos e desejos têm uma FORÇA capaz de conduzir seus passos. Escolha os caminhos que deseja seguir no Novo Ano. Desejo AMOR, PAZ, LUZ e FORÇA a todos os queridos amigos  FELIZ 2013 ABRAÇOS FRATERNOS

Almas que choram

Você acredita que está imune? Já sangrou em sua alma? Se já passou por um sofrimento emocional bem sabe a dor. Se nunca passou, lembre-se: JAMAIS JULGUE!! Pensamentos diários, semblantes interrogativos. Diálogos perdidos, monólogos da alma. Medos, aflições, Dúvidas, angústias, Dores no peito, solidões. Almas que choram. Buscam soluções flagelos do ser. Humanos no caos de um labirinto interior. Medo da loucura, da perda da razão. Anseios frustrados diante de um "não" Ahhh!! humanos Tantos pensamentos, tantos sentimentos... Quanta busca!! E na procura de algo incerto, sem bem saber o que buscar ou querer sofrem humanos. Imerso em devaneios, nos monólogos da alma, vive, o ser, a penúria emocional.  

Mãos no manche

Insegurança e ansiedade sempre andaram de mãos dadas. É um grande e destrutivo circulo vicioso. Além disso, a baixa autoestima e baixa autoconfiança acabam agravando a situação. Algumas pessoas permanecem estáticas diante das circunstâncias, mesmo que simples. Qualquer situação corriqueira pode tornar-se um desafio complexo e perturbador. Nesse ponto, a autoestima e confiança em si mesmo deveriam prevalecer como forças internas. Porém, a falha na resposta vai gerar muito mais insegurança e, consequentemente, ansiedade. Lembrei-me da história da moça que vivia um relacionamento totalmente perturbador. O namorado nunca foi um exemplo de companheirismo e lealdade, tão fundamentais em qualquer relacionamento a dois. Sempre foi alheio e egocêntrico às dificuldades dela. Como não bastasse, nos momentos juntos, apenas a criticava, piorando sua autoestima. Ela, já não sabia se o amava, embora admitindo que nunca fora uma pessoa que conseguisse viver sozinha, sem algué

Identidades engessadas

"É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo." Clarice Lispector Quantas vezes por dia é capaz de permitir o auto questionamento? Consegue estabelecer um diálogo interno? Ou se sente completamente dono de toda razão ou princípio? Conhecer ou reconhecer a própria identidade é um exercício que exige honestidade e mente flexível. Mas entenda-se que um diálogo interior não pode submeter-se à enxurrada de pensamentos que, invariavelmente, invadem a mente. Reserve poucos minutos de cada dia para que possa silenciar sua mente. Isso é importantíssimo, afinal uma mente conturbada e inundada em pensamentos pode irromper emoções angustiantes. À medida que você consegue coordenar esse processo mental, será capaz de quebrar paradigmas e ganha a oportunidade de novos aprendizados e idéias. Obviament

A conquista do Segredo

Um dos maiores segredos não é tão dificilmente desvendável, embora seja procurado ou desejado por todos os seres humanos. Quem ainda não foi questionado por alguém, provavelmente já fez em algum momento esse autoquestionamento. Afinal, qual é o segredo para a Felicidade? Creio que a felicidade seja algo bastante simples. Alguns são capazes de encontrar o segredo da felicidade em um despertar pela manhã, pelo simples fato de estar diante de mais um dia cheio de novas oportunidades de aprendizagem e evolução pessoal. Outros conseguem a felicidade no delicioso cheiro de um café recém-feito, acompanhado de um pedaço de pão ou bolo, sentado confortavelmente, sem qualquer pressa, apenas para deliciar cada nota de cheiro ou sabor. Ou ainda na beleza das flores, principalmente com seu perfume exalado na evaporação do orvalho. Outros sentem que a felicidade é poder viver um grande amor ou ainda ter uma família unida, com sentimentos de paz, harmonia e companheirismo. Muitos acham que o

E porque isso José?

José sempre teve um desejo. Queria ter filhos. Trabalhava muito e quase não descansava. Agora José não é mais o mesmo de outrora. Vive com medos e pensamentos ruins. A insegurança o maltrata. Os pensamentos lhe afligem. Tanto queria carregar um filho nos braços. E agora José não tem coragem. Seus pensamentos o condenam. Tem medo de si. Culpado! Culpado! Gritam-lhe os pensamentos. -Mas José, porque tem medo?Porque a culpa? -Não sei! Acho que posso fazer mal. -E porque isso José? -Não sei quem sou, tenho medo de mim. E agora José terá uma batalha. Talvez a mais difícil de todas. José tem que vencer a si próprio. Superar suas inseguranças e medos. Vencer seus bloqueios e traumas. Melhorar sua auto-confiança E seus pensamentos? -Ora bolas!! São apenas frutos de sua mente.

Sobre a espuma cinzenta do mar.....

"Sobre a superfície cinzenta do mar o vento reúne pesadas nuvens. Semelhante a um raio negro,entre as nuvens e o mar,paira orgulhoso o albatroz ,Mensageiro da tempestade.E ora são as asas tocando as ondas,ora é uma flecha rasgando as nuvens,Ele grita. E as nuvens escutam a alegria no ousado grito do pássaro. Nesse grito – sede de tempestade! Nesse grito – as nuvens escutam a fúria, a chama da paixão, a confiança na Vitória. As gaivotas gemem diante da tempestade,gemem e lançam-se ao mar,para lá no fundo esconderem o pavor da tempestade.E os mergulhões também gemem. A eles, mergulhões,é inacessível a delícia da luta pela vida: O barulho do trovão os amedronta...O tolo pinguim, timidamente esconde seu corpo obeso entre as rochas... Apenas o orgulhoso albatroz voa, ousado e livre sobre a espuma cinzenta do mar. Tonitroa o trovão. As ondas gemem na espuma da fúria. E discutem com o vento. Eis que o vento abraça uma porção de ondas com força e lança-as com maldade selvagem nas roch

Ilusão de ótica

"O ser humano vivencia a si mesmo, seus pensamentos como algo separado do resto do universo - numa espécie de ilusão de ótica de sua consciência. E essa ilusão é uma espécie de prisão que nos restringe a nossos desejos pessoais, conceitos e ao afeto por pessoas mais próximas. Nossa principal tarefa é a de nos livrarmos dessa prisão, ampliando o nosso círculo de compaixão, para que ele abranja todos os seres vivos e toda a natureza em sua beleza. Ninguém conseguirá alcançar completamente esse objetivo, mas lutar pela sua realização já é por si só parte de nossa liberação e o alicerce de nossa segurança interior." Albert Einstein

Vida que se viva

As emoções canalizadas em relação ao passado ou ao futuro dissipam energia aleatoriamente, impedindo seu livre fluxo no presente. Antecipar ocorrências representa precipitação de fatos que, talvez, não sucederão, conforme agora tomam curso, gerando ansiedade e angústia. Viver, apenas, de recordações passadas ou ansiando pelo futuro é perder a contribuição do presente, praticamente nada reservando para hoje. O momento atual é a vida , que resulta das atividades aprendidas e vivenciadas, tornando possível e elaborando as surpresas do porvir. Encoraja-te a viver hoje, sentindo cada instante e valorizando-o mediante a consciência das bênçãos que se encontram à tua disposição.

A beleza

"Não são os belos lábios que chamam atenção para a beleza de um ser humano, mas, sim, as palavras que lhe fazem sibilar."

Mentes inquietas

    "É sabido que comboios completos de pensamento atravessam instantaneamente as nossas cabeças, na forma de certos sentimentos, sem tradução para a linguagem humana, menos ainda para uma linguagem literária... porque muitos dos nossos sentimentos, quando traduzidos numa linguagem simples, parecem completamente sem sentido. Essa é a razão pela qual eles nunca chegam a entrar no mundo, no entanto toda a gente os tem." Fiodor Dostoievski -- Uma Anedota Sórdida

Trocando idéias

Há um ditado chinês que diz: Se dois homens vêm andando por uma estrada, cada um carregando um pão, e, ao se encontrarem, eles trocam os pães, cada homem vai embora com um...Porém, se dois homens vêm andando por uma estrada cada um carregando uma idéia, e, ao se encontrarem, eles trocam as idéias, cada homem vai embora com duas...Sempre que possível, troquem idéias...elas esclarecem, acrescentam,ajudam, evoluem...ainda que você não precise, servirão para o outro.

Pernicioso Sentimento

Conta-se que um monge eremita viajava através das aldeias, ensinando o bem. Chegando a noite e estando nas montanhas, sentiu muito frio. Buscou um lugar para se abrigar. Um discípulo jovem ofereceu-lhe a própria caverna. Cedeu-lhe a cama pobre, onde uma pele de animal estava estendida.O monge aceitou e repousou. No dia seguinte, quando o sol estava radiante e ele deveria prosseguir a sua peregrinação, desejou agradecer ao jovem pela hospitalidade.Então, apontou o seu indicador para uma pequena pedra que estava próxima e ela se transformou em uma pepita de ouro.Sem palavras, o velho procurou fazer que o rapaz entendesse que aquela era a sua doação, um agradecimento a ele. Contudo, o rapaz se manteve triste.Então, o religioso pensou um pouco. Depois, num gesto inesperado, apontou uma enorme montanha e ela se transformou inteiramente em ouro.O mensageiro, num gesto significativo, fez o rapaz entender que ele estava lhe dando aquela montanha de ouro em gratidão.Porém, o jovem continuava

Pensamentos para a vida...

- Veja mais o lado positivo das pessoas, pois ninguém tem somente defeitos. - Aprenda com os erros dos outros e principalmente com os seus erros. - "Conhece a ti mesmo". Encare seus próprios defeitos e se esforce para mudar. Isso é evolução. - Freie pensamentos ruins e aumente a quantidade de pensamentos bons. É bom para você e age no inconsciente coletivo, tornando o mundo melhor. - Jogue fora as coisas ruins do passado e guarde as boas. - Aproveite ao máximo o presente. Palavra que se revela em seu outro significado, pois é dado a você para ser usufruído. - Trace planos para o futuro. Onde eu me encontro hoje? Onde quero estar daqui a um ano? E daqui a três anos? E dez? - Faça metas. Trabalhe para alcançá-las e mentalize que tudo é possível e seus projetos se realizarão. O nosso destino é a gente quem faz. - Não se importe com as críticas contra você. O que as pessoas pensam de ruim a seu respeito é problema delas. Mesmo que para todas as pessoas suas idéias pareçam ridícul

Quem é você......?

Cenoura, Ovo ou Café ==================== Uma filha se queixou a seu pai sobre sua vida e de como as coisasestavam tão difíceis para ela..Ela já não sabia mais o que fazer e queria desistir.Estava cansada de lutar e combater. Parecia que assim que um problema estava resolvido um outro surgia.Seu pai, um "chef", levou-a até a cozinha dele. Encheu três panelas com água e colocou cada uma delas em fogo alto. Logo as panelas começaram a ferver. Em uma ele colocou cenouras, em outra colocou ovos e, na última pó de café.Deixou que tudo fervesse, sem dizer uma palavra..A filha deu um suspiro e esperou impacientemente, imaginando o que ele estaria fazendo. Cerca de vinte minutos depois, ele apagou as bocas de gás. Pescou as cenouras e as colocou em uma tigela. Retirou os ovos e os colocou em uma tigela.Então pegou o café com uma concha e o colocou em uma tigela.Virando-se para ela, perguntou "Querida, o que você está vendo ?""Cenouras, ovos e café," ela respond

Seus pensamentos obedecem à campanhia

"Vou contar para vocês uma estória. Não importa se verdadeira ou imaginada. Por vezes, para ver a verdade, é preciso sair do mundo da realidade e entrar no mundo da fantasia... Um grupo de psicólogos se dispôs a fazer uma experiência com macacos. Colocaram cinco macacos dentro de uma jaula. No meio da jaula, uma mesa. Acima da mesa, pendendo do teto, um cacho de bananas. Os macacos gostam de bananas. Viram a mesa. Perceberam que, subindo na mesa, alcançariam as bananas. Um dos macacos subiu na mesa para apanhar uma banana. Mas os psicólogos estavam preparados para tal eventualidade: com uma mangueira deram um banho de água fria nele. O macaco que estava sobre a mesa, ensopado, desistiu provisoriamente do seu projeto. Passados alguns minutos, voltou o desejo de comer bananas. Outro macaco resolveu comer bananas. Mas, ao subir na mesa, outro banho de água fria. Depois de o banho se repetir por quatro vezes, os macacos concluíram que havia uma relação causal entre subir na mesa e o b

Auxílio Mútuo

Em zona montanhosa, através de região deserta, caminhavam dois velhos amigos, ambos enfermos, cada qual defendendo-se como podia dos golpes do ar gelado, quando foram surpreendidos por uma criança semimorta, na estrada, ao sabor da ventania de inverno. Um deles olhou e clamou, irritado: - Não perderei tempo. A hora exige cuidado para comigo mesmo. Sigamos à frente. - Amigo, salvemos o pequenino. É nosso irmão em humanidade - argüiu o outro. - Não posso - disse o companheiro, endurecido - sinto-me cansado e doente. Este desconhecido seria um peso insuportável. Temos frio e tempestade. Precisamos ganhar a aldeia próxima sem perda de tempo. E avançou para diante, em largas passadas. O viajante de bom sentimento, contudo, inclinou-se para o menino estendido, demorou-se alguns minutos colocando-o paternalmente sobre o próprio peito e, aconchegando-o ainda mais, marchou adiante, embora menos rápido. A chuva gelada caiu, metódica, pela noite a dentro, mas ele, segurando o valioso fardo, depo

Acreditando...

Você já observou elefante no circo? Durante o espetáculo, o enorme animal faz demonstrações de força descomunais. Mas, antes de entrar em cena, permanece preso, quieto, contido somente por uma corrente que aprisiona uma de suas patas a uma pequena estaca cravada no solo. A estaca é só um pequeno pedaço de madeira. E, ainda que a corrente fosse grossa, parece óbvio que ele, capaz de derrubar uma árvore com sua própria força, poderia, com facilidade, arrancá-la do solo e fugir. Que mistério! Por que o elefante não foge? Há alguns anos descobri que, por sorte minha, alguém havia sido bastante sábio para encontrar a resposta: o elefante do circo não escapa porque foi preso à estaca ainda muito pequeno. Fechei os olhos e imaginei o pequeno recém-nascido preso: naquele momento, o elefantinho puxou, forçou, tentando se soltar. E, apesar de todo o esforço, não pôde sair. A estaca era muito pesada para ele. E o elefantinho tentava, tentava e nada. Até que um dia, cansado, aceitou o seu destino

Sr Tempo

A Linha Mágica "Era uma vez uma viúva que tinha um filho chamado Pedro. O menino era forte e são, mas não gostava de ir à escola e passava o tempo todo sonhando acordado. - Pedro, com o que você está sonhando a uma hora destas? - perguntava-lhe a professora. - Estava pensando no que serei quando crescer - respondia ele. - Seja paciente. Há muito tempo para pensar nisso. Depois de crescido, nem tudo é divertimento, sabe? - dizia ela. Mas Pedro tinha dificuldades para apreciar qualquer coisa que estivesse fazendo no momento, e ansiava sempre pela próxima. No inverno, ansiava pelo retorno do verão; e no verão, sonhava com passeios de esqui e trenó, e com as fogueiras acesas durante o inverno. Na escola, ansiava pelo fim do dia, quando poderia voltar para casa; e nas noites de domingo, suspirava dizendo: "Se as férias chegassem logo!" O que mais o entretinha era brincar com a amiga Lise. Era companheira tão boa quanto qualquer menino, e a ansiedade de Pedro não a afetava,