Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo palavras

Os dias passam

Fiz uma viagem na pintura do horizonte.... No matiz maravilhoso do crepúsculo divaguei, divaguei.... Que espanto!! Os dias passam tão rapidamente e nem nos damos conta de todas as maravilhas que poderíamos observar a cada dia. Sentimentos dentro da Alma Amores, rancores... Paixões, solidões.... Emoções manifestam-se Nessa natureza humana, tão pequena diante do todo, Mas tão gigante em si mesma! Aproveite um novo ciclo que se inicia Repense sentimentos, palavras e atitudes Viva intensamente!  Observe as belezas que Deus lhe proporcionou.

Momentos de palavras dispensadas.

Dois amigos cultivavam o mesmo campo de trigo, trabalhando arduamente a terra com amor e dedicação, numa luta estafante, às vezes inglória, à espera de um resultado compensador. Passam-se anos de pouco ou nenhum retorno. Até que um dia, chegou a grande colheita. Perfeita, abundante, magnífica, satisfazendo os dois agricultores que a repartiram igualmente, eufóricos. Cada um seguiu o seu rumo. À noite, já no leito, cansado da brava lida daqueles últimos dias, um deles pensou : "Eu sou casado, tenho filhos fortes e bons, uma companheira fiel e cúmplice. Eles me ajudarão no fim da minha vida. O meu amigo é sozinho, não se casou, nunca terá um braço forte a apoiá-lo. Com certeza, vai precisar muito mais do dinheiro da colheita do que eu". Levantou-se silencioso para não acordar ninguém, colocou metade dos sacos de trigo recolhidos na carroça e saiu. Ao mesmo tempo, em sua casa, o outro não conciliava o sono, questionando : "Para que preciso de ta

A beleza

"Não são os belos lábios que chamam atenção para a beleza de um ser humano, mas, sim, as palavras que lhe fazem sibilar."

O Poder das Palavras

Um orador fala do poder do pensamento positivo e das palavras. Um participante levanta a mão e diz:-- Não é porque eu vou dizer felicidade, felicidade, felicidade! que me irei sentir melhor e não é porque eu vou dizer desgraça, desgraça,desgraça! que me irei sentir menos bem: não são mais que palavras. As palavras são isso mesmo, sem poder... O orador responde:-- Cale-se, seu idiota, é incapaz de compreender o que quer que seja! O participante está paralisado, ele muda de cor e prepara-se para replicar agressivamente:-- Você, espécie de... O orador levanta a mão:-- Peço que me desculpe. Eu não quero magoar. Peço que aceite as minhas sinceras desculpas. O participante acalma-se. Os outros participantes murmuram e há agitação na sala. O orador intervém:-- Têm a resposta à questão que puseram: algumas palavras desencadeiam dentro de vos raiva e cólera. Outras acalmam-vos. Compreendem melhor o poder das palavras?