Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo dia dos pais

Obrigado por tudo meu mestre

Pai, Palavra mágica. Assim como “mãe” tem apenas 3 letras. Palavras curtas com tamanha importância e grandiosidade. Pai, Por definição, no dicionário, aquele que tem 1 ou mais filhos. O gerador, genitor, cuidador, benfeitor. Mas pai pode ter filhos e não ser pai. Pode ser o genitor e nem conhecer seus descendentes. Pode conviver com seus filhos e ser um carrasco e agressor. Pai, Não é aquele que dá o direito de um sobrenome no documento de identidade. Não é aquele que simplesmente paga a pensão de filhos para cumprir obrigações. Nem tampouco aquele que dá dinheiro para comprar atenção ou substitui afeto. Os dicionários pecam em suas definições quando se limitam às regras gramaticais ou semânticas. Não conseguem palpar as regras fundamentais de nossa existência: sentimentos e emoções. Pai, Afeto, dedicação, carinho, companheirismo, cumplicidade, confiança, amor. Aquele que fala de seus filhos com a boca cheia de orgulho. Abraça e beija, mas também sabe o momen

Feliz dia dos Pais

Quando o sol ainda não havia cessado seu brilho, Quando a tarde engolia aos poucos As cores do dia e despejava sobre a terra Os primeiros retalhos de sombra Eu vi que Deus veio assentar-se  Perto do fogão de lenha da minha casa Chegou sem alarde, retirou o chapéu da cabeça E buscou um copo de água no pote de barro Que ficava num lugar de sombra constante. Ele tinha feições de homem feliz, realizado Parecia imerso na alegria que é própria De quem cumpriu a sina do dia e que agora Recolhe a alegria cotidiana que lhe cabe. Eu o olhava e pensava:  Como é bom ter Deus dentro de casa! Como é bom viver essa hora da vida Em que tenho direito de ter um Deus só pra mim. Cair nos seus braços, bagunçar-lhe os cabelos, Puxar a caneta do seu bolso  E pedir que ele desenhasse um relógio Bem bonito no meu braço Mas aquele homem não era Deus, Aquele homem era meu pai E foi assim que eu descobri  Que meu pai com o seu jeito finito de ser Deus Revela-me Deus com seu Jeito infinito de ser homem.- Pe

K9, apenas mais uma estatística

Exatamente há 9 anos, no dia 25 de maio de 2002, instituía-se no Brasil a data comemorativa como Dia da Adoção. Mas comemora-se exatamente o que?? Porque crianças são retiradas da família e tornam-se alvo de adoção? Subentende-se que toda criança nascida de um ventre que lhe proporciona o amor e cuidados necessários, além do fato óbvio de viver em um lar estruturado, jamais será retirado desse ambiente e colocado em abrigos esperando uma adoção. Mas, infelizmente, estamos falando de um contexto de abandono, negligência e violência ( física, psicólogica e sexual ). Um dos problemas é que se tira a criança desse lar desestruturado e a encaixa em abrigos que também não têm estrutura adequada para lidar com o problema. Abrigos deveriam ter obrigatoriamente uma equipe de profissionais técnicos para elaborar os traumas psíquicos dessa criança. Mas não é a realidade. São apenas “tios” que ali trabalham, mesmo que bem intencionados, como a coordenar verdadeiros albergues infantis. Então quand

Aos filhos esquecidos

Todos os anos os pais são lembrados no segundo domingo de agosto. Assim como as mães no segundo domingo do mês de maio. Toda vez que temos uma data comemorativa referente a pais e mães, faço a mesma pergunta: -E nos outros 364 dias do ano? Eles não precisam ser lembrados? Sabemos de pais e mães abandonados em asilos porque os filhos não querem ter o trabalho de cuidar de sua velhice. Esquecem seus filhos, simplesmente, destes pais que cuidaram de seu crescimento. Sabemos de pais e mães que são maltratados diariamente, humilhados, destruídos moralmente. Esquecem seus filhos, simplesmente, das palavras de estímulo e apoio que tiveram na infância e adolescência. Depois de um tempo os pais são velhos. Simplesmente muito velhos para se tolerar sua presença. Esquecem seus filhos, simplesmente, que seus velhos pais doaram muitos destes anos de vida às vidas destes esquecidos filhos. E então é necessário que se crie uma data comemorativa. Assim, filhos esquecidos podem s