Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo alma

O que importa são os sonhos

O que importa são os sonhos... "Há quem diga que todas as noites são de sonhos.  Mas há também quem garanta que nem todas, só as de verão. No fundo, isto não tem muita importância.  O que interessa mesmo não é a noite em si, são os sonhos. Sonhos que o homem sonha sempre, em todos os lugares, em todas as épocas do ano, dormindo ou acordado." (Sonho de uma Noite de Verão)- W. Shakespeare Os sonhos, os desejos, tudo aquilo que estabelecemos como meta a alcançar, são motivadores. São como combustível a mover nossa máquina. Quem não sonha fica inerte, parado no tempo....simplesmente desmotivado. Estabeleça objetivos e metas. Corra atrás de seus sonhos, independentemente do tempo que possa levar para alcança-los. Organize-se levando em consideração o tempo de cada um. Alguns sonhos podem ser alcançados muito rapidamente, outros demoram um tempo maior. Mas isso não importa! O que importa é sonhar. Algumas pessoas sonham com casas, carros, dinheiro, fama. São esc

Fazendo a diferença

Conta a história que, em meados do ano 1905, Elezéard Bouffierd, um homem com pouco mais de cinquenta anos, passou a morar sozinho em uma região montanhosa da França, no vale da Provença. Nessa época, as terras estavam devastadas e nada crescia além das lavandas silvestres. Uma desolação total. Havia secura por toda parte e, para que ele pudesse sobreviver ali, extraía água de uma fenda natural e profunda. Diariamente esse camponês dedicava-se ao trabalho de examinar, com muita atenção e cuidado, várias sementes de carvalho. Escolhia as melhores e as separava em grupos de dez. Depois saía a caminhar pelas montanhas, levando consigo um comprido bastão de ferro e os grãos anteriormente selecionados. No alto das colinas, fazia buracos com o bastão, depositava as sementes e as cobria com terra. Plantava carvalhos numa terra que não era sua. A cada dia, com extremo cuidado e em completa solidão, aquele homem plantava cem grãos. Calculava que já havia semeado cem mil ár

Almas que choram

Você acredita que está imune? Já sangrou em sua alma? Se já passou por um sofrimento emocional bem sabe a dor. Se nunca passou, lembre-se: JAMAIS JULGUE!! Pensamentos diários, semblantes interrogativos. Diálogos perdidos, monólogos da alma. Medos, aflições, Dúvidas, angústias, Dores no peito, solidões. Almas que choram. Buscam soluções flagelos do ser. Humanos no caos de um labirinto interior. Medo da loucura, da perda da razão. Anseios frustrados diante de um "não" Ahhh!! humanos Tantos pensamentos, tantos sentimentos... Quanta busca!! E na procura de algo incerto, sem bem saber o que buscar ou querer sofrem humanos. Imerso em devaneios, nos monólogos da alma, vive, o ser, a penúria emocional.  

Os dias passam

Fiz uma viagem na pintura do horizonte.... No matiz maravilhoso do crepúsculo divaguei, divaguei.... Que espanto!! Os dias passam tão rapidamente e nem nos damos conta de todas as maravilhas que poderíamos observar a cada dia. Sentimentos dentro da Alma Amores, rancores... Paixões, solidões.... Emoções manifestam-se Nessa natureza humana, tão pequena diante do todo, Mas tão gigante em si mesma! Aproveite um novo ciclo que se inicia Repense sentimentos, palavras e atitudes Viva intensamente!  Observe as belezas que Deus lhe proporcionou.

Espelhos

"Já fui o que nunca imaginei... Estive aonde nunca iria... Fechei os olhos, Tapei os ouvidos. De nada adiantou Medo... E depois de tanta loucura Ainda luto contra os fantasmas Que assombram minha existência Anjo e demônio Disputando minh’alma Ordem após ordem... Devastando minha mente, Imputando-me incertezas De quem realmente sou. Mas após tantos delírios Ainda alucino a existência De um mundo real" E você? Tem plena convicção de seus desejos? Sabe bem quem realmente você é? Já se permitiu o impensável? Há quanto tempo não olha para dentro de si mesmo e descobre algo novo? Ou foge de voltar os olhos para o espelho de sua alma? " A nossa própria alma apanha-nos em flagrante nos espelhos que olhamos sem querer".  Mário Quintana

O medo das diferenças

“... Lekh me entregava um pássaro pintado, mandando que eu o apertasse de leve nas mãos. Cedo seus gritos atraíam companheiros da mesma espécie, que se punham a revoar sobre nossas cabeças. Vendo-os, o prisioneiro debatia-se gritando ainda mais; e o coração trancado no peito recém pintado batia violentamente. Quando o número de pássaros era suficiente, Lekh fazia-me sinal para soltar o prisioneiro. Livre e feliz, lançava-se para o alto, contra o céu cinzento, mergulhando na revoada escura de seus irmãos. Por um instante, a surpresa tolhia os pássaros. A mancha colorida voava em meio ao bando, tentando convencê-los de que lhe pertencia. Mas, confundidos pela plumagem brilhante, os outros o rodeavam incrédulos e quanto mais o pássaro pintado tentasse incorporar-se ao bando, mais o rejeitavam. Logo, um depois o outro, começavam a atacá-lo arrancando-lhe as penas multicores, até fazer-lhe perder as forças precipitando-o ao chão. Esses incidentes aconteciam com freqüência, e, geralme

Humanamente Genial

O ser humano tão genial, Inventor de modernas tecnologias, Criou poderosos microscópios Capazes de desvendar Imagens tão infinitamente pequenas. Ultrapassando qualquer barreira da luz Chegou à orbita molecular das células. O ser humano, Em sua genialidade, Foi capaz de criar telescópios Que enxergam tão longinquamente Planetas e estrelas Orbitando em seus sistemas solares. Mas sofre o ser, Tão humanamente genial, Em abissais sentimentos. Pois não acha a órbita de Sua própria Alma.

Durante não será

Durante sempre teve uma vida maravilhosa!! Um ótimo emprego. Valorizado na empresa. Muito querido pelos amigos. E quantos amigos! No casamento, felicidade plena. Esposa maravilhosa, filhos lindos. Família perfeita. Sua casa um sonho, como aquelas de revista. Sempre foi o filho que toda mãe e pai desejam. Amoroso, cuidadoso, responsável. Para todos os ouvidos sempre teve a palavra certa, No momento oportuno. Ouvir reclamações dele? Jamais! Sempre feliz e sorridente. Um filho inigualável; Um marido perfeito; Um pai maravilhoso; Um amigo companheiro; Um profissional único. Sempre assim para todos que usufruem de sua presença. Pois é!! A imagem exteriorizada nem sempre é representativa daquilo que se passa na alma. Sem avisos ou lamúrias. Apenas o ato. Único, certeiro, sem volta. E a corda no pescoço Durante fez a escolha Encerrou seu ciclo. Stuka angyali

Revelando fragmentos

Quando te encontras na base de um importante maciço montanhoso, estás longe de conhecer toda a sua diversidade, não tens nenhuma ideia das alturas que se ergueram por trás do seu cimo ou por trás daquele que te parece ser o cimo, não suspeitas nem o perigo dos abismos nem os confortáveis assentos ocultos entre os rochedos. É apenas se sobes e se persegues o teu caminho que se revelam pouco a pouco a teus olhos os segredos da montanha, alguns que esperavas, outros que te surpreendem, uns essenciais, outros insignificantes, tudo isso sempre e unicamente em função da direção que tomares; e nunca te revelarão todas. O mesmo acontece quando te encontras diante de uma alma humana. Aquilo que se te oferece ao primeiro olhar, por mais perto que estejas, está longe de ser a verdade e certamente nunca é toda a verdade. É apenas no decurso do caminho, quando os teus olhos se tornam mais penetrantes e nenhuma bruma perturba o teu olhar, que a natureza íntima dessa alma se revela a pouco a pouc

Já fez o que podia? A vida não pára!

Será que você já fez tudo que podia? Quanto evoluiu como ser? Saia da prostração e tenha atitudes. Olhe dentro de si e repense seus caminhos. Olhe ao seu redor e faça algo, pois alguém, com certeza, precisa de você. A vida te permite. Faça pelo próximo. Estenda suas mãos e diga uma palavra. Quer tornar o mundo melhor? Seja mais alma, seja mais emoção. Permita-se Luz, Paz e Amor

Como vai sua Alma?

"Desordem Depressiva; Síndrome de Pânico; Transtorno Obssessivo-Compulsivo - Estranhos nomes assume essa coisa que alguns chamam de alma”— L.B.A—Montenegro-RS ) Como falarmos do Ser Humano sem falarmos de sua alma. É impossível separar. Quando buscamos o entendimento da alma notamos vários significados para o termo, desde o religioso, passando pelo filosófico, até chegarmos à mitologia grega no mito de Psiquê. Do grego Psychein (“soprar”) é uma palavra ambígua que significava originalmente "alento" e posteriormente, "sopro". Dado que o alento é uma das características da vida, a expressão "psique" era utilizada como um sinônimo de vida e, por fim, como sinônimo de alma, considerada o princípio da vida. A psique abrange conceitos que nos levam ao Si Mesmo, conceituado da seguinte forma: “O Si mesmo representa o objetivo do homem inteiro, a saber, a realização de sua totalidade e de sua individualidade, com ou contra sua vontade. A dinâmica desse proce

DEPRESSÃO: O Mal do século?

 Van Gogh Cuidando da Saúde Mental “minh ’alma é triste como a flor que morre. Perdida à beira do riacho ingrato; nem beijos dá-lhe a viração que corre. Nem doce canto o sabiá do mato.” ( Casimiro de Abreu ) DEPRESSÃO: O Mal do Século? A tristeza é dos sentimentos humanos o mais doloroso. Todos tomamos contato com ela em algum momento de nossas vidas. A tristeza passageira, a “fossa” ou “baixo-astral”, o “estar-down” fazem parte da vida e são superados após algum tempo. O luto, após a perda de um ente querido, manifesta-se por um sentimento de tristeza e vazio e também é superado no decorrer do tempo. Porém, deve-se distinguir a tristeza e o luto ( sentimentos inerentes ao ser humano ) da DEPRESSÃO. A DEPRESSÃO é uma doença, como qualquer outra que possamos ter, que se caracteriza por uma tristeza profunda e duradoura, sem qualquer motivo aparente, e não apenas a sensação de tristeza passageira, com perda do interesse por tudo que trazia prazer a essa pessoa. Historicamente, h

A Descoberta do Mundo

"Se o meu mundo não fosse humano, também haveria lugar para mim: eu seria uma mancha difusa de instintos, doçuras e ferocidades, uma trêmula irradiação de paz e luta: se o mundo não fosse humano eu me arranjaria sendo um bicho. Por um instante então desprezo o lado humano da vida e experimento a silenciosa alma da vida animal. É bom, é verdadeiro, ela é a semente do que depois se torna humano." Clarice Lispector .

Experiências da Evolução

"Cada dia é uma nova vida, uma nova experiência. Cada experiência é um degrau para o progresso da alma.  Não fique preso ao passado.  Você está, agora, diante de uma nova experiência.  Dedique-se a ela de corpo e alma, e verá surgir o próximo degrau de evolução." Masaharu Taniguchi

Paisagens representativas

Em todo o momento de atividade mental acontece em nós um duplo fenômeno de percepção: ao mesmo tempo em que temos consciência de um estado de alma, temos diante de nós, impressionando-nos os sentidos que estão voltados ao exterior, uma paisagem qualquer. Entendendo-se por paisagem, para conveniência de frases, tudo o que forma o mundo exterior num determinado momento da nossa percepção, ou seja, tudo que está fora de si próprio.  Todo estado de alma é uma passagem. Isto é, todo o estado de alma é não só representável por uma paisagem, mas verdadeiramente uma paisagem.  Há em nós um espaço interior onde a matéria da nossa vida física se agita.

Obscuro da Alma

"Obscuro No escuro íntimo Seu maior inimigo Você   Aquele que sabe tudo Aquele que te denuncia Aquele que te acusa Aquele que te satisfaz os desejos   Você Alma encarcerada nesta carcaça Alma aprendiz Aprendes?   Luta em confusões De sentimentos De emoções E vive a tormenta   Quem sabe Um dia te reconhecerás E soltarás as amarras Dessa veste chamada corpo "

As janelas da alma

Os sentimentos normalmente são externalizados por emoções que se transformam em lentes que filtram os acontecimentos, dando-lhes cor e conotação próprias. De acordo com a estrutura e o momento psicológico, os fatos passam a ter significação que nem sempre correspondem à realidade. Quem se utiliza de óculos escuros, mesmo diante da claridade solar, passa a ver o dia com menor intensidade de luz. Na área do relacionamento humano as ocorrências também assumem contornos de acordo com o estado de alma das pessoas envolvidas. Portanto, a necessidade de conduzir os sentimentos e as emoções, de modo a equilibrar os fatos em relação a eles depende essencialmente da maneira como cada indivíduo saiba lidar com determinadas circunstâncias. Uma atitude sensata é um abrir de janelas na alma, a fim de observar bem os sucessos da caminhada humana. De acordo com a dimensão e o tipo de abertura, será possível observar a vida e vivê-la de forma agradável, mesmo nos momentos mai

A Alma dos Diferentes

A Alma Dos Diferentes "... Ah, o diferente, esse ser especial! Diferente não é quem pretenda ser. Esse é um imitador do que ainda não foi imitado, nunca um ser diferente. Diferente é quem foi dotado de alguns mais e de alguns menos em hora, momento e lugar errados para os outros. Que riem de inveja de não serem assim. E de medo de não agüentar, caso um dia venham, a ser. O diferente é um ser sempre mais próximo da perfeição. O diferente nunca é um chato. Mas é sempre confundido por pessoas menos sensíveis e avisadas. Supondo encontrar um chato onde está um diferente, talentos são rechaçados; vitórias, adiadas; esperanças, mortas. Um diferente medroso, este sim, acaba transformando-se num chato. Chato é um diferente que não vingou. Os diferentes muito inteligentes percebem porque os outros não os entendem. Os diferentes raivosos acabam tendo razão sozinhos, contra o mundo inteiro. Diferente que se preza entende o porque de quem o agride. Se o diferente se mediocrizar, me

Esta Velha

Fernando Pessoa e heterônimos "Esta velha angústia, Esta angústia que trago há séculos em mim, Transbordou da vasilha, Em lágrimas, em grandes imaginações, Em sonhos em estilo de pesadelo sem terror, Em grandes emoções súbitas sem sentido nenhum. Transbordou. Mal sei como conduzir-me na vida Com este mal-estar a fazer-me pregas na alma! Se ao menos endoidecesse deveras! Mas não: é este estar entre, Este quase, Este poder ser que..., Isto. Um internado num manicômio é, ao menos, alguém, Eu sou um internado num manicômio sem manicômio. Estou doido a frio, Estou lúcido e louco, Estou alheio a tudo e igual a todos: Estou dormindo desperto com sonhos que são loucura Porque não são sonhos. Estou assim... Pobre velha casa da minha infância perdida! Quem te diria que eu me desacolhesse tanto! Que é do teu menino? Está maluco. Que é de quem dormia sossegado sob o teu teto provincian

Em busca da essência

Compreender a Alma humana é das coisas mais difícieis que se pode tentar. Mas é maravilhoso aventurar-se nestes caminhos. Quando falamos em Alma devemos pensar automaticamente em Sentimentos. Não há como desatrelar as duas coisas. É o que está em nossa essência. Sendo os sentimentos uma manifestação subjetiva surge aí a dificuldade de compreensão dos fatos. Então, naturalmente, surgem auto-questionamentos, dúvidas e dificuldades de aceitação. Todos adoecemos, ou estamos sujeitos. Não somos máquinas infalíveis. Podemos sofrer de micoses, artroses, artrites, gastrites. Quem sabe problemas no fígado, pâncreas e rins. Ou ainda, bronquite, hipertensão arterial, diabetes, enfim, do corpo, males em geral.Então, porque seria justamente o nosso cérebro um órgão privilegiado?? Antes fosse, assim não existiria um Mal de Parkinson, Alzheimer ou tantos outros quadros que tornam o indivíduo demenciado. Epilepsias, AVCs, Coréias e outras doenças neurológicas, enfim, acometem o indivíduo, causando sof