Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2021

Capacidade de cultivar bons sentimentos

  Vivemos dias conturbados, de muita correria, sempre às voltas com problemas pessoais e familiares. A vida moderna é marcada pela competitividade. As maravilhas das novas tecnologias a um só tempo atraem e assustam. O mundo do trabalho exige empenho e atualização constante. Desde crianças somos empurrados ao consumismo, a buscar o sucesso e o bem-estar material a qualquer custo. Neste ambiente, esquecemos muitas vezes de que somos seres humanos, esquecemos de construir nossa felicidade com base em valores perenes. Pergunto: Você se considera uma pessoa feliz? Você sabe lidar com as carências do seu coração, com as dores da alma, com o sofrimento físico e as doenças? Rico ou pobre, empregado ou desempregado, pai ou filho, jovem ou idoso, você consegue encarar os “vazios” que vez ou outra atravessam o caminho e engolem nossas forças? É muito normal sentir vazios e carências. Anormal é não buscar sair deles. O sofrimento faz parte da nossa longa e árdua caminhada. Para não ficar pelo cam

Empatia - a arte de de se colocar no lugar do outro

  Empatia é a capacidade de “se colocar no lugar do outro”. É importante não confundir com “simpatia”, que é um sentimento de afinidade com determinada pessoa, que leva o indivíduo a estabelecer uma harmonia no encontro com ela. Simpatizamos com amigos e com as pessoas com quem partilhamos afinidades, interesses e valores e nas quais reconhecemos alguma compatibilidade e complementariedade com o nosso funcionamento. Não significa que ser simpático necessariamente será empático. A empatia implica a capacidade de nos posicionarmos no lugar do outro para compreendermos a sua realidade interna, independentemente da pessoa em questão, de estarmos ou não de acordo com ela ou de simpatizarmos ou não com ela. A empatia verdadeira implica na aceitação e respeito pelo outro e pela sua realidade e em uma atitude de não julgamento e de despojamento de preconceitos. Quando somos empáticos, posicionamo-nos no lugar do outro para nos sentirmos em sintonia com as suas emoções e sentimentos e compreend

Busque seu equilíbrio interno

  Inicie sua própria jornada Você já percebeu como ultimamente as pessoas estão cada vez mais ansiosas, nervosas e impacientes? Tudo que sentimos e presenciamos pode nos afetar de maneira positiva ou negativa. Para que seja possível ter uma vida mais saudável e produtiva, precisamos desenvolver o equilíbrio emocional, pois ele será responsável por nos ajudar processar de maneira adequada cada sensação. Com tantos sentimentos de estresse, ansiedade e tristeza que podemos sentir em diversas situações, estar em harmonia com todos não parece uma tarefa fácil. Por isso, hoje você aprenderá a desenvolver o equilíbrio emocional para que consiga melhorar a qualidade de vida e bem-estar. Mas você sabe o que é, afinal, o equilíbrio emocional? Essa habilidade consiste em ter a capacidade de domínio sobre os pensamentos e ações em meio a influências emocionais, tendo o controle total da mente, administrando e gerindo essas emoções de maneira racional e harmonizada. Desse modo, o equilíbr
  Não basta fazer escolhas baseado, unicamente, em desejos. É preciso estudá-las, ou melhor: estudar a si mesmo. Por isso, antes de entrar em ação ou ser paralisado pela impossibilidade de avançar, busque o auto conhecimento para lidar com as consequências de sua escolha.