Mãos no manche


Insegurança e ansiedade sempre andaram de mãos dadas. É um grande e destrutivo circulo vicioso.
Além disso, a baixa autoestima e baixa autoconfiança acabam agravando a situação.
Algumas pessoas permanecem estáticas diante das circunstâncias, mesmo que simples. Qualquer situação corriqueira pode tornar-se um desafio complexo e perturbador. Nesse ponto, a autoestima e confiança em si mesmo deveriam prevalecer como forças internas. Porém, a falha na resposta vai gerar muito mais insegurança e, consequentemente, ansiedade.







Lembrei-me da história da moça que vivia um relacionamento totalmente perturbador. O namorado nunca foi um exemplo de companheirismo e lealdade, tão fundamentais em qualquer relacionamento a dois. Sempre foi alheio e egocêntrico às dificuldades dela. Como não bastasse, nos momentos juntos, apenas a criticava, piorando sua autoestima.
Ela, já não sabia se o amava, embora admitindo que nunca fora uma pessoa que conseguisse viver sozinha, sem alguém ao seu lado.
Mas ela sempre esteve sozinha nessa relação!! Muito mais envolvida afetivamente do que ele.
Era como ter um fantasma dentro de casa. Assombroso com ele, mas pior sem ele – afirmativas dela.
Sentia como se ele apagasse seu brilho constantemente.
Mas não conseguia desfazer-se da relação. E por quê? Onde estaria sua autoestima?
A insegurança e o medo da solidão acabaram dominando-a.
Vive na tristeza e na amargura. Sonha com o fim da relação, mas não quer perdê-lo. A ambivalência tomou conta de seus pensamentos.
Um dia vai sair dessa. Vai se tornar uma pessoa mais segura, confiante e comandante dos próprios sentimentos.
Comandante...?
A vida é como o avião que passa. Sobrevoa contínuo e rapidamente.
Mas quem escolhe a sua rota é você.
É como ter o manche da vida nas mãos.
Você comanda seu manche ou deixa solto para ver no que vai dar.
A escolha sempre será sua. Desde que tenha autoestima e segurança em si mesmo.

Comentários

BLOGZOOM disse…
Isso mesmo, quem decide qual é a rota é quem pilota a vida. Só que algumas vezes seguimos "regras" e desviamos a atenção do que realmente merece.

Beijos
Sandra disse…
"A vida é como o avião que passa. Sobrevoa contínuo e rapidamente.
Mas quem escolhe a sua rota é você."
O controle está em nossas mãos, a vida passa como a voz que soa de um trovão, ou mesmo o reluzir de um relâmpago.Tão rapidamente e tão marcante, no entanto que venha nos marcar os momentos bons, de felicidade, de entregas de partilha e reciprocidade, a vida é pra ser vivida onde possamos dar e sentir amor, com o amor a troca de respeito,com o respeito, a confiança de que tudo valeu a pena.Seu texto é belo, parabéns pelas palavras inspiradoras.Bjus com carinho.
Caro amigo

A vida é por demais
preciosa,
para darmos a outra
pessoa,
o seu controle.

Palavras, objetivos
e história valiosos
no seu conjunto.

Que a chama da alegria
esteja sempre acesa em ti.
Sandra disse…
Rsrsrs, esqueci de avisar que a Flor aí em cima, nada mais é que a Sandra.Mas já arrumei isso em meu perfil, já tirei a Flor e coloquei Sandra de volta.Feliz por visitar novamente teu espaço tão rico de ensinamentos.Bjus