Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2011

Os dias passam

Fiz uma viagem na pintura do horizonte.... No matiz maravilhoso do crepúsculo divaguei, divaguei.... Que espanto!! Os dias passam tão rapidamente e nem nos damos conta de todas as maravilhas que poderíamos observar a cada dia. Sentimentos dentro da Alma Amores, rancores... Paixões, solidões.... Emoções manifestam-se Nessa natureza humana, tão pequena diante do todo, Mas tão gigante em si mesma! Aproveite um novo ciclo que se inicia Repense sentimentos, palavras e atitudes Viva intensamente!  Observe as belezas que Deus lhe proporcionou.

Noite feliz

Sempre adorei essa época do ano. A proximidade do Natal parece criar uma atmosfera mágica. Quando éramos crianças aguardávamos ansiosamente essa data. Obviamente a figura do papai Noel povoava nossas imaginações, assim como de todas as crianças. As meias todas penduradas nas janelas e até mesmo na árvore cheia de luzinhas piscantes. Passávamos o dia todo, da véspera de Natal, aguardando a meia-noite chegar. Sabíamos que nesse momento os corações pulsariam mais fortes, já que era quando o bom velhinho deixaria sorrateiramente os presentes para a criançada. Que felicidade!!! E depois de aproveitarmos a ceia de Natal maravilhosa, corríamos para aproveitar os brinquedos. Tempos tão bons!! Ainda mantenho a chama acesa do Natal dentro do lar. E nessa atmosfera mágica, peço ao papai Noel que deixe em todos os lares a alegria da vida. Que todos os lares sejam abençoados com paz, saúde, harmonia e toda a luz de Cristo. Desejo a todos os amigos um Natal maravilhoso e com muito am

Céu e Inferno íntimos

Mais uma bela lição sobre as escolhas individuais. Conta-se que, certo dia, um samurai, grande e forte, conhecido por sua intolerância, foi procurar um sábio monge em busca de respostas para suas dúvidas. - Monge, disse o samurai com desejo sincero de aprender, ensina-me sobre o céu e o inferno. O monge, de pequena estatura e muito franzino, olhou para o bravo guerreiro e, simulando desprezo, disse-lhe: - Eu não poderia ensinar-lhe coisa alguma, você está imundo. Seu mau cheiroé insuportável. Além do que, a lâmina da sua espada está enferrujada. Você é uma vergonha para a sua classe. O samurai ficou transtornado. O sangue subiu-lhe à cabeça e ele não conseguiu dizer nenhuma palavra, tamanha era sua raiva. Com os olhos crispados, empunho sua espada, ergueu-a sobre a cabeça e se preparou para decapitar o monge. - "Aí começa o inferno", disse-lhe o sábio mansamente. O samurai ficou imóvel, estupefato. A sabedoria daquele pequeno homem o impressionara. Afinal, arrisc

Mentirinha travessa

Há um abismo entre “não conseguir ser feliz” e “não se permitir a felicidade”. “Felicidade”- Apenas uma palavra que simboliza contextos tão amplos e variados. Quem não quer ou não a busca? Dizer o contrário poderia ser uma mentirinha ou uma maneira travessa na tentativa de burlar a si mesmo. No final das contas, ainda é o tipo de sentimento que está presente no topo das listas de desejos. Contudo, a maior parte dos seres humanos afirma nunca atingir esse objetivo. Mas como pode? Será tão difícil? É algo tão impalpável? E aqui cabe um parêntesis importante. Os sentimentos, de forma geral, são realmente impalpáveis. É impossível mensurar felicidade ou tristeza, assim como raiva, ansiedade, etc. O sentimento cabe a quem o sente e, ainda assim, as emoções manifestas nem sempre serão a melhor representação do que se passa dentro do indivíduo. Mas retornando à felicidade tão almejada, é possível observar que muitas pessoas são felizes – ou pelos menos deveriam ser ou assim se

Castração

Você é o que pensa ser ou o que a sociedade determina que seja? Seus sentimentos realmente lhe pertencem? "Por vezes ou quase a todo instante o dilema. Devo ser ou determinado serei. Sendo “bonzinho”, amável e "bom tudo" Seria eu mesmo? Se não aceito determinações ou castrações, Seria eu um pária? E nesse conflito existencial Deixo-me à mercê De meus sentimentos."

Espelhos

"Já fui o que nunca imaginei... Estive aonde nunca iria... Fechei os olhos, Tapei os ouvidos. De nada adiantou Medo... E depois de tanta loucura Ainda luto contra os fantasmas Que assombram minha existência Anjo e demônio Disputando minh’alma Ordem após ordem... Devastando minha mente, Imputando-me incertezas De quem realmente sou. Mas após tantos delírios Ainda alucino a existência De um mundo real" E você? Tem plena convicção de seus desejos? Sabe bem quem realmente você é? Já se permitiu o impensável? Há quanto tempo não olha para dentro de si mesmo e descobre algo novo? Ou foge de voltar os olhos para o espelho de sua alma? " A nossa própria alma apanha-nos em flagrante nos espelhos que olhamos sem querer".  Mário Quintana

O medo das diferenças

“... Lekh me entregava um pássaro pintado, mandando que eu o apertasse de leve nas mãos. Cedo seus gritos atraíam companheiros da mesma espécie, que se punham a revoar sobre nossas cabeças. Vendo-os, o prisioneiro debatia-se gritando ainda mais; e o coração trancado no peito recém pintado batia violentamente. Quando o número de pássaros era suficiente, Lekh fazia-me sinal para soltar o prisioneiro. Livre e feliz, lançava-se para o alto, contra o céu cinzento, mergulhando na revoada escura de seus irmãos. Por um instante, a surpresa tolhia os pássaros. A mancha colorida voava em meio ao bando, tentando convencê-los de que lhe pertencia. Mas, confundidos pela plumagem brilhante, os outros o rodeavam incrédulos e quanto mais o pássaro pintado tentasse incorporar-se ao bando, mais o rejeitavam. Logo, um depois o outro, começavam a atacá-lo arrancando-lhe as penas multicores, até fazer-lhe perder as forças precipitando-o ao chão. Esses incidentes aconteciam com freqüência, e, geralme

O dom de ser capaz e feliz

A capacidade de ser feliz, amar e viver plenamente está dentro de você. Cada situação vivida é uma grande oportunidade de aprendizado e de reescrever sua história. Se você gosta de música e poesia uma boa oportunidade é ouvir essa bela melodia. Ando devagar... ...porque já tive pressa E levo esse sorriso... .. porque já chorei demais Hoje me sinto mais forte, mais feliz quem sabe Só levo a certeza de que muito pouco eu sei Ou nada sei Conhecer as manhas e as manhãs, O sabor das massas e das maçãs, É preciso amor pra poder pulsar, É preciso paz pra poder sorrir, É preciso a chuva para florir. Penso que cumprir a vida seja simplesmente... ...compreender a marcha e ir tocando em frente Como um velho boiadeiro levando a boiada Eu vou tocando dias pela longa estrada... ... eu vou Estrada eu sou Conhecer as manhas e as manhãs, O sabor das massas e das maçãs, É preciso amor pra poder pulsar, É preciso paz pra poder sorrir, É preciso a chuva para florir. Todo mun

Você tem seu valor

Certo dia, um Samurai, que era um guerreiro muito orgulhoso, veio ver um Mestre Zen. Embora fosse muito famoso, ao olhar o Mestre, sua beleza e o encanto daquele momento, o samurai sentiu-se repentinamente inferior. Ele então disse ao Mestre:- Por que estou me sentindo inferior?Apenas um momento atrás, tudo estava bem. Quando aqui entrei, subitamente me senti inferior e jamais me sentira assim antes. Encarei a morte muitas vezes, mas nunca experimentei medo algum.Por que estou me sentindo assustado agora?O Mestre falou:- Espere. Quando todos tiverem partido, responderei. Durante todo o dia, pessoas chegavam para ver o Mestre, e o samurai estava ficando mais e mais cansado de esperar. Ao anoitecer, quando o quarto estava vazio, o samurai perguntou novamente:- Agora você pode me responder por que me sinto inferior?O Mestre o levou para fora. Era um noite de lua cheia e a lua estava justamente surgindo no horizonte. Ele disse:- Olhe para estas duas árvores, a árvore alta e a árvore pequen

Humanamente Genial

O ser humano tão genial, Inventor de modernas tecnologias, Criou poderosos microscópios Capazes de desvendar Imagens tão infinitamente pequenas. Ultrapassando qualquer barreira da luz Chegou à orbita molecular das células. O ser humano, Em sua genialidade, Foi capaz de criar telescópios Que enxergam tão longinquamente Planetas e estrelas Orbitando em seus sistemas solares. Mas sofre o ser, Tão humanamente genial, Em abissais sentimentos. Pois não acha a órbita de Sua própria Alma.

Identidades engessadas

"É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo." Clarice Lispector Quantas vezes por dia é capaz de permitir o auto questionamento? Consegue estabelecer um diálogo interno? Ou se sente completamente dono de toda razão ou princípio? Conhecer ou reconhecer a própria identidade é um exercício que exige honestidade e mente flexível. Mas entenda-se que um diálogo interior não pode submeter-se à enxurrada de pensamentos que, invariavelmente, invadem a mente. Reserve poucos minutos de cada dia para que possa silenciar sua mente. Isso é importantíssimo, afinal uma mente conturbada e inundada em pensamentos pode irromper emoções angustiantes. À medida que você consegue coordenar esse processo mental, será capaz de quebrar paradigmas e ganha a oportunidade de novos aprendizados e idéias. Obviament

VALORES - imposições e escolhas

Houve uma época na qual os educados senhores abriam a porta de seus carros para que a dama pudesse entrar. Os homens eram gentis. Houve época na qual os gentis senhores levantavam-se da cadeira, assim que sua dama chegasse ou saísse da mesa. Os homens eram polidos. Houve um momento, na história do ser humano, na qual a polidez era característica primordial da espécie. Naquela época se falava: “bom dia”, “boa tarde”, “boa noite”, “como vai”, “tenha um belo dia”, “prazer em conhecê-lo(a)”, “por favor”, “obrigado”. Naquela época também as damas sabiam ser valorizadas por sua graciosidade e discrição. Também nessa época, a sexualidade era algo exclusivamente pertencente àquela pessoa, sem necessidade de propagandas ou alusões à promiscuidade. Obviamente, mesmo naquela e em tantas outras épocas, havia a deselegância, a desonestidade e todo tipo de atitude associada ao caráter individual. Entretanto, o pior cenário contemporâneo não é a encenação de tantos atos insanos e de t

Arte Emocional

A lira, instrumento musical de cordas, foi bastante utilizada pelos gregos para acompanhar versos poéticos de forma melodiosa. Desde o século IV a.C os poemas pequenos, através dos quais os poetas manifestavam sentimentos, tornaram-se conhecidos como poesias líricas, graças à melodia das liras. Assim, observa-se que o lirismo está associado diretamente à sonoridade da música e do canto. Na literatura é possível notar que as poesias líricas apresentam uma sonoridade peculiar, propiciando ao leitor SENTIMENTOS e EMOÇÕES de forma maravilhosa. Na música lírica também é assim, manifestando emoções irrefreáveis. É a tônica do lirismo, que poderia ser designado como a ARTE EMOCIONAL. O lírico pode ser um excelente representativo de estado de ALMA , simbolizando o “eu” e suas experiências e expectativas diante da vida. Enfim, quem vive a intensidade dos sentimentos consegue identificar-se com as poesias e músicas líricas. Deleite-se nos versos abaixo e, depois, permita-se viajar na melodia da

Sopram ventos

"Às vezes ouço o vento passar; E só de ouvir o vento passar, Vale a pena ter nascido"                                        Fernando Pessoa Um fazendeiro possuía terras em uma região muito fértil, porém sujeita a tempestades terríveis. Ele constantemente anunciava estar precisando de empregados, mas a maioria das pessoas estava pouco disposta a trabalhar em fazendas daquela região, pois temiam as horrorosas tempestades que faziam estragos nas construções e nas plantações. Procurando por novos empregados, ele recebeu muitas recusas. Finalmente, um homem baixo e magro, de meia-idade, se aproximou do fazendeiro. - Você é um bom lavrador? Perguntou o fazendeiro. - Bem, eu posso dormir enquanto os ventos sopram. -respondeu o pequenino homem. Embora confuso com a resposta, o fazendeiro, desesperado por ajuda, o empregou. O pequeno homem trabalhou bem ao redor da fazenda, mantendo-se ocupado do alvorecer até o anoitecer e o fazendeiro estava satisfeito com o trabalho do empregado

A conquista do Segredo

Um dos maiores segredos não é tão dificilmente desvendável, embora seja procurado ou desejado por todos os seres humanos. Quem ainda não foi questionado por alguém, provavelmente já fez em algum momento esse autoquestionamento. Afinal, qual é o segredo para a Felicidade? Creio que a felicidade seja algo bastante simples. Alguns são capazes de encontrar o segredo da felicidade em um despertar pela manhã, pelo simples fato de estar diante de mais um dia cheio de novas oportunidades de aprendizagem e evolução pessoal. Outros conseguem a felicidade no delicioso cheiro de um café recém-feito, acompanhado de um pedaço de pão ou bolo, sentado confortavelmente, sem qualquer pressa, apenas para deliciar cada nota de cheiro ou sabor. Ou ainda na beleza das flores, principalmente com seu perfume exalado na evaporação do orvalho. Outros sentem que a felicidade é poder viver um grande amor ou ainda ter uma família unida, com sentimentos de paz, harmonia e companheirismo. Muitos acham que o

Quais são suas pegadas

“Erva daninha Cresce sem limites, Sufoca a natureza, Expande seus domínios. Animal dominante, Ganancioso e imoral. Perde-se na irracionalidade, Segue em frente, fatal. Mácula da natureza De pegadas enraizadas. Ser humano indefinível Entre praga ou indefectível Achaque do planeta.” Em 05 de junho de 1972, nada menos do que há 39 anos, a Organização das Nações Unidas promovia um encontro para debater as questões ambientais que já afligiam o planeta. Determinou-se, assim, que essa data seria reconhecida como “Dia Mundial do Meio ambiente”. Cada vez mais, desde então, tem se falado sobre os desmatamentos; poluição das águas, do ar e do solo, extinção de espécies vegetais e animais e todo tipo de problemas relacionados à biodiversidade. Mas, infelizmente, após 39 anos decorridos desde aquela conferência, nada melhorou. O que se observa é a destruição cada vez maior da natureza. O ser humano deixa suas pegadas enraizadas na alma de Gaia. E você? Faz a diferença? Quais são

K9, apenas mais uma estatística

Exatamente há 9 anos, no dia 25 de maio de 2002, instituía-se no Brasil a data comemorativa como Dia da Adoção. Mas comemora-se exatamente o que?? Porque crianças são retiradas da família e tornam-se alvo de adoção? Subentende-se que toda criança nascida de um ventre que lhe proporciona o amor e cuidados necessários, além do fato óbvio de viver em um lar estruturado, jamais será retirado desse ambiente e colocado em abrigos esperando uma adoção. Mas, infelizmente, estamos falando de um contexto de abandono, negligência e violência ( física, psicólogica e sexual ). Um dos problemas é que se tira a criança desse lar desestruturado e a encaixa em abrigos que também não têm estrutura adequada para lidar com o problema. Abrigos deveriam ter obrigatoriamente uma equipe de profissionais técnicos para elaborar os traumas psíquicos dessa criança. Mas não é a realidade. São apenas “tios” que ali trabalham, mesmo que bem intencionados, como a coordenar verdadeiros albergues infantis. Então quand

Jaha, quase nada mudou em um século

Jaha, uma moça de 20 anos, jovem negra, no auge da saúde física e mental. Já casada, com 2 pequeninos filhos. Foi contratada para trabalhar como empregada doméstica, o que lhe causara felicidade, afinal precisava cooperar com o marido nas finanças de casa. Logo nos primeiros dias já pôde sentir, na pele, o que seria trabalhar naquele lugar. “minha patroa não deixava eu comer na mesa. Tinha que comer em um quartinho, sentada no chão. Ela mesma fazia o prato para eu comer. Eram os restos deixados nos pratos dos patrões.” “minha patroa fazia escovar todo o carpete da casa com uma escova de dente.” “um dia ela disse que só tinha me contratado porque minha raça é forte e aguenta serviço” “minha patroa queria que, todos os dias, eu esfregasse o quintal e a calçada com um escovão e cloro puro. Ela nunca me deu luvas. O cheiro era forte demais e chegava sair lágrimas dos olhos. Eu esfregava o chão até sangrar entre os dedos.” “ela colocava veneno no quintal para matar os ratos e depois fa

A miséria de cada um

Hoje escutei essa frase: “meu trabalho permite que veja a miséria emocional de muitos” Essa frase permite reflexões importantes acerca de nossas emoções. Se você é ser humano já sentiu medo, raiva, vergonha, tristeza, alegria, angústia em alguns momentos de sua existência. Obviamente, todos nos sujeitamos à dinâmica da vida, que nos conduz entre circunstâncias variadas no cotidiano. Cada um reage a essas circunstâncias conforme aprendeu desde a infância, como parte de um aprendizado e formação de personalidade. Alguns sofrem mais que outros, mesmo diante de situações semelhantes. Mas o que difere? Sem dúvida, a importância que damos a uma situação faz a diferença em nossas manifestações emocionais. Administrar as emoções é saber determinar o valor de cada circunstância. Se fizer de todo fato cotidiano uma dificuldade ou tempestade maior do que deveria, com certeza sofrerá, mais do que precisa. Inegável que, em algumas ocasiões, nossas respostas emocionais serão pr

Caminhada

Apenas mais uma reflexão..... O que te leva mais distante? As pernas ou a mente? Nas nuvens que povoam os céus de nossa mente, Formam-se sonhos das mais variadas formas. Nessa vastidão mental, Permita que seus sonhos conduzam seu corpo.