Tão bom viver



"Tão bom viver dia a dia...

A vida assim, jamais cansa...


Viver tão só de momentos


Como estas nuvens no céu...


E só ganhar, toda a vida,


Inexperiência... esperança...


E a rosa louca dos ventos


Presa à copa do chapéu.


Nunca dês um nome a um rio:


Sempre é outro rio a passar.


Nada jamais continua,


Tudo vai recomeçar!


E sem nenhuma lembrança


Das outras vezes perdidas,


Atiro a rosa do sonho


Nas tuas mãos distraídas..."

-Canção do dia de sempre-
Mário Quintana


Comentários

angela disse…
Excelente escolha, um poema muito sensível de Quintana.
beijos
*lua* disse…
A vida e seu dom de recomeçar, pois desta forma, sempre está a nos apresentar oportunidades, na mesma quantidade que nos acovardamos a crescer e realmente enxergar que temos um total explendor de vida aos nossos olhos. PD agradeço teu carinho, que me é de fundamental importância! Que bom voltastes, é sempre um prazer enorme ler-te!
Jorge disse…
Tudo é recomeço. tem razão em não dar nome ao rio pois a água é sempre nova, como que reiniciando uma nova vida ou etapa.
Vivenciar o agora é ter certeza de que a vida vale a pena viver.

Um grande abraço, PD!
Alma Aprendiz disse…
Olá meu amigo querido!
Que poema lindo!
Gostei muito,e aproveito a oportundade desses versos para lhe atirar uma rosa em seu coração,com todo o amor do mundo!
Beijos de muita luz!
Ana Cavalcantti disse…
Oiii
Mudei de blog e voltei pra te seuir com o blog novo ...
É mais ou menos como seu post rs...um recomeço rs !
Faz bem inovar tb né...e a vida recomeça todos os dias qdo abrimos nossos olhinhos...nao é verdade ?
Beijos
Parábolas simples que ensinam muito. conhecer-se é o caminho mais curtinho para a felicidade. Lindo mesmo!
Ana Agarriberri disse…
Que lindo, parabéns pela escolha do texto. Quintana é fantástico.
Beeejo,beeejo.
franciete disse…
Meu querido amigo gostei muito do poema, é sempre um enorme prazer vir visitar este espaço.
Beijinhos de luz e paz em seu coração
Atena disse…
Enquanto Quintana era vivo eu o chamava de meu velhinho querido.
A simplicidade de seus poemas me encantam e quanta sabedoria neles contida.
Ganhei o dia.
abraços
BLOGZOOM disse…
É bom viver, há beleza, há vida, há pessoas especiais... e nós somos importantes, por isso um dia nascemos.