Pular para o conteúdo principal

Velhos Tempos

Tudo muda....

Houve um tempo em que se pedia “a benção” aos pais quando se acordava pela manhã ou se deitava para dormir, assim como antes de sair de casa.

Hoje os filhos nem sabem o que significa pedir “a benção”,

Afinal mal falam bom dia ou boa noite. E para sair de casa nem precisam falar aonde vão.

Um filho, nesse tempo, referia-se aos pais ou pessoas mais velhas como “Sr” e “Sra”.

Hoje os filhos se referem aos pais ou pessoas mais velhas como “Você”,

Afinal nem sabem o significado de um pronome de tratamento respeitoso.

Houve um tempo que não se falava enquanto adultos estivessem falando.

Hoje os filhos falam enquanto os pais se obrigam a ficar quietos,

Afinal nem sabem o que é ouvir.

Os filhos, certamente, compreendiam o olhar recriminador de seus pais.

Hoje se um pai lança um olhar recriminador ao filho,

Passará despercebido ou ouvirá: “que cara feia é essa, velho?”

Houve um tempo em que um filho pedia, por favor, ou “eu posso?”

Hoje um filho não pede, por favor, e nem se utiliza da gentileza,

Afinal ele acha que tudo pode.

Houve tempo em que os filhos sabiam ouvir o “Não”.

Hoje uma criança não pode ouvir a palavra “Não”,

Afinal contraria todos os seus desejos imediatistas.

E nesse tempo uma criança que ia à escola respeitava o professor.

Hoje os professores têm medo dos alunos,

Afinal podem ser agredidos física ou verbalmente.

Era mesmo um tempo em que as crianças respeitavam pessoas mais velhas.

Os pais educavam os filhos teimosos também “dando umas palmadas”, quando fosse necessário.

Hoje os pais não conseguem educar os filhos,

Afinal se houver a necessidade de “dar umas palmadas” podem ser denunciados por agressão pelo próprio filho. E o Estado nesse momento lhe dá todo apoio ( ao filho obviamente ).

Era tempo de músicas que falavam de amor e romantismo.

Hoje as músicas falam de sexo e drogas,

Afinal é o que as crianças precisam aprender.

Houve aquele tempo em que se aprendia o que era correto ou moral.

Hoje uma criança tem grande dificuldade em distinguir o correto do contrário,

Afinal vive em um tempo amoral.

Uma criança atrevida, indisciplinada era criticada e mal vista por todos. Era uma criança chamada malcriada.

Hoje a criança não é malcriada. Ela está “passando por alguma dificuldade emocional”.

Naquele tempo as crianças sofriam punições por sua desobediência.

Hoje a criança “desobediente” tem mãos acariciando sua cabeça. Pode até estuprar ou matar, mas a lei o protege.


Tudo mudou...



Então, o que mudou?

O que podemos esperar dessas crianças que um dia terão filhos?

Não sabem mais o valor das coisas. Nem se importam.

Não acham que o mundo deva ter regras morais. Agem com seus impulsos.

Tudo muda...para pior ou melhor, mas muda.


E você, o que deseja para seus filhos?




Comentários

Alma Aprendiz disse…
Perfeito!!!!!!!!!
Hoje os filhos não conhecem os valores morais.
Sinto que é tempo dificil de se educar filho,hoje a criança precisa de acompanhamento com psicóloga e não sei mais oque........
Graças a Deus eu eduquei meus filhos muito bem!
Obrigada meu filho e amigo por compartilhar conosco um texto tão iteressante e verdadeiro.
Beijos e fique com Deus
Dando Pitacos disse…
Mudou simplesmente tudo!

Não mais educação; já não há a idéia de família; pais e filhos apenas dividem o mesmo espaço, como parceiros de uma sociedade ocasional. Esse é o quadro geral, com raras exceções.

As causas são muitas, mas tudo começou dentro das próprias famílias, na falta de amor, de respeito, de moral, e acredite quem quiser, de uma doutrina religiosa.

Um abração...
Jackie Freitas disse…
Olá PD querido!
Tempos modernos e difíceis! Lamentável mundo novo! Hoje a permissividade impera em todos os lugares. Mas eu, mesmo correndo os riscos de denúncia e tudo o mais que essa lei "permissiva" for capaz, prefiro criar meus filhos para serem seres humanos melhores, não apenas aos pais que somos aqui, mas para todos os demais. Sabemos que a vida é dura e não perdoa falhas, mimos e egocentrismo.
Grande beijo, PD querido!
Muito boas as ponderações.
Jackie
Jorge disse…
Amigo PD

culpa de quem?
Acredito que em boa parte os pais são responsáveis já que a educação são de responsabilidade deles. Mas não é falar e sim dar exemplos de vivência.
A correria de hoje, a massificação da mídia também seduzem, mas acredito que seduzem crianças e jovens desnorteados ante a pouca valorização dos pais. Se observarmos bem, não há diálogos mais, e não é culpa dos jovens. Se faz necessário penetrar na alma do jovem para compreendê-lo e extrair dele as potências íntimas.
Isso cabe a nós, pais se os queremos seguir melhor seus caminhos. Ser educado começa em casa.
Amigo, um grande abraço!!!
Insana disse…
Onde foi que isto se perdeu, depois disso tudo se perdeu as crianças estao perdidas e os pais nao sabem onde estao.

bjs
Insana
É real essa colocação,sinto também que cada vez fica mais difícil conseguir passar para filhos e netos os verdadeiros valores que precisam ser cultivado,eu tenho dois filhos que graças a Deus me respeitam e consideram,mas mesmo assim, vejo ao redor atualmente o caos rondando, me preocupo muito em manter acesa a chama da família e do amor universal mesmo com muito custo pois agora tenho netos.E tento estender aos que estão próximos esses preceitos que são ditos como fora de moda. Não é possível desistir .
Seu Blog é muito bom.
Parabéns!Um abraço
É real essa colocação,sinto também que cada vez fica mais difícil conseguir passar para filhos e netos os verdadeiros valores que precisam ser cultivado,eu tenho dois filhos que graças a Deus me respeitam e consideram,mas mesmo assim, vejo ao redor atualmente o caos rondando, me preocupo muito em manter acesa a chama da família e do amor universal mesmo com muito custo pois agora tenho netos.E tento estender aos que estão próximos esses preceitos que são ditos como fora de moda. Não é possível desistir .
Seu Blog é muito bom.
Parabéns!Um abraço
franciete disse…
Meu querido amigo, há tempos que aqui não vinha e já sentia saudades de vir vê-lo pois a estima que tenho por sua pessoa é muito grande, e por mais adoro as suas postagens.
Então posso estar algum tempo sem vir mas nunca deixarei de o fazer.
Beijinhos de luz e paz em sua alma.
Insana disse…
"Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças"
Charles Darwin


Bjs
Insana
MOISÉS POETA disse…
bacana o seu blog .
muito bom estar aqui,
voltarei sempre .

abração !
Alma Aprendiz disse…
Olá
Anda sumido,precisa participar mais,que negócio é esse?
Tem um desafio pra vc (aquele corrigido)vc entendeu.
Beijos
franciete disse…
Oi meu querido amigo, que foi que se passou com você que deixei de ter sua presença.
Só espero que esteja bem de saúde esteja você onde estiver, tenho muitas saudades suas, é das coisas que menos eu gosto é de perder as estrelinhas que tem ao longo deste tempo iluminado minha vida.
Beijinhos de luz e muita paz
Querida amiga.

Depois de alguns dias de distância
estamos voltando ao convívio dos
amigos que aprendemos a gostar.
Obrigado pela amizade
e pelas palavras
que tornam a nossa vida
mais bonita.

Sua amizade é preciosa para mim.
BLOGZOOM disse…
Eu sou muito exigente no que acho certo ou errado no trato com minha filha. Eu também lhe peço desculpas se percebo que estava errada. Ela é bastante educada, porém eu noto que existe uma diferença cultural enorme entre o tempo de minha infancia e o que ela vive. É impossível fazer com que ela tenha as mesmas atitudes que as minhas, eu procuro mostrar o que é educado no convívio comunitário e entre nós, mas é dificil obter as mesmas respostas.

Postagens mais visitadas deste blog

Vivemos esperando

Novamente estamos nos aproximando de mais um final de ano. É impressionante como o tempo está passando rápido. Diria mesmo que está "voando". Essa constatação nos faz refletir sobre aquele velho dito popular: "Não deixe para amanhã o que pode fazer hoje". Seja feliz, não espere que amanhã seja melhor. Torne hoje seu dia o melhor. Não perca tempo com situações estressantes. Não dê atenção àquilo que bloqueia sua felicidade. Não crie dificuldades para sua felicidade. Ser feliz é muito fácil, mais fácil ainda é impedir que aconteça. O tempo passa e você vai viver esperando o que? Dias melhores

Horizonte comodista

João trabalhava em uma empresa há muitos anos. Funcionário sério, dedicado, cumpridor de suas obrigações e, por isso mesmo, já com seus 20 anos de casa. Um belo dia, ele procura o dono da empresa para fazer uma reclamação: -- Patrão, tenho trabalhado durante estes 20 anos em sua empresa com toda a dedicação, só que me sinto um tanto injustiçado. O Juca,que está conosco há somente três anos, está ganhando mais do que eu. O patrão escutou atentamente e disse: -- João, foi muito bom você vir aqui. Antes de tocarmos nesse assunto, tenho um problema para resolver e gostaria da sua ajuda. Estou querendo dar frutas como sobremesa ao nosso pessoal após o almoço. Aqui na esquina tem uma quitanda. Por favor, vá até lá e verifique se eles têm abacaxi. João, meio sem jeito, saiu da sala e foi cumprir a missão. Em cinco minutos estava de volta. -- E aí, João? -- Verifiquei como o senhor mandou. O moço tem abacaxi. -- E quanto custa? -- Isso eu não pergunt