Pular para o conteúdo principal

Ouço Vozes


"Ouço vozes

Que gritam

E xingam

Vozes horríveis

 

Ouço vozes

Que riem

E cantam

Vozes suaves

 

Ouço vozes

Dos pássaros

Que voam

Libertos

 

Ouço vozes

Da chuva

Que lava

O semblante assustado

 

Ouço vozes

Que mandam

E desmandam

Impiedosas

 

Ouço vozes

Quem nem sei bem

De onde vêm

Ou de quem

 

Ouço vozes indutivas

Intuitivas, permissivas

Comandantes vorazes

Amedrontadoras

 

Ouço essas vozes

Como um rádio

Em curto-circuito

A chiar no meu ouvido

 

Já ouço, mais um dia

Tantas vozes

Que me dizem

E desdizem

 

E entre tantas vozes

Só não ouço a minha"

Comentários

*lua* disse…
Querido Amigo!

Vozes ... difícil ... distinguir uma possível origem. Acredito sermos portais que em determinado período-fase ficam abertos e assim captamos tudo em nossa volta. Acredito que por falta de conhecimento-controle não consigamos discernir o que é bom e o que é ruim, então como uma esponja absorvemos todas as energias desse universo. Muitos podem chamar de esquizofrenia ... outros mediunidade ... outros estado de alteração alcoolico ... outros sensibilidade passageira dentre vários. A única coisa que acho razoável é Orai e Vigiai simples pedido a Deus para coisas que não compreendemos.

um ótimo final de semana e meu abraço
Glenda Dias disse…
Profunda a lucidez na desmedida vivida; digo eu.

A esquizofrenia são como um chapéu na cabeça da gente; disse ele ontem.

Adoro seu Blog!
Siga tb...existirsendo.blogspot.com
Podemos criar alguma expressão de sentimentos e emoçoes enquanto existimos sendo!
franciete disse…
A minha voz já não tem
o frescor que teve outrora
hoje não fala lamenta
esta dor que me devora

Tenho na garganta um nó
que só me quer sufocar
e no meu peito uma ferida
que não deixa de sangrar.

Beijinhos de luz e paz meu amigo de além mar
Dando Pitacos disse…
Seus versos fazem a gente parar e pensar. Pensar um pouco mais pra dentro de si próprio, numa tentativa de nos conhecermos melhor.

Muito legal o seu blog!
Rose disse…
Olá! Obrigada por sua visita em meu blog!
Adorei esse poema... profundo, mexe com a nossa imaginação!
Tenha um final de semana repleto de felicidades... um grande abraço!
Valdeir Almeida disse…
A questão da introspecção, não é? Ou melhor, da falta de introspecção.

Todos necessitamos ouvir a própria voz. A dos outros também é preciso, mas a nossa é que revela quem nós somos verdadeiramente.

Abraços e bom domingo.
Jeferson Cardoso disse…
Curiosa e interessante a proposta do blog. Certo que voltarei.

Agora deixo um abraço.

Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

Velhos Tempos

Tudo muda.... Houve um tempo em que se pedia “a benção” aos pais quando se acordava pela manhã ou se deitava para dormir, assim como antes de sair de casa. Hoje os filhos nem sabem o que significa pedir “a benção”, Afinal mal falam bom dia ou boa noite. E para sair de casa nem precisam falar aonde vão. Um filho, nesse tempo, referia-se aos pais ou pessoas mais velhas como “Sr” e “Sra”. Hoje os filhos se referem aos pais ou pessoas mais velhas como “Você”, Afinal nem sabem o significado de um pronome de tratamento respeitoso. Houve um tempo que não se falava enquanto adultos estivessem falando. Hoje os filhos falam enquanto os pais se obrigam a ficar quietos, Afinal nem sabem o que é ouvir. Os filhos, certamente, compreendiam o olhar recriminador de seus pais. Hoje se um pai lança um olhar recriminador ao filho, Passará despercebido ou ouvirá: “que cara feia é essa, velho?” Houve um tempo em que um filho pedia, por favor, ou “eu posso?” Hoje um filho não pede, por favor, e

Vivemos esperando

Novamente estamos nos aproximando de mais um final de ano. É impressionante como o tempo está passando rápido. Diria mesmo que está "voando". Essa constatação nos faz refletir sobre aquele velho dito popular: "Não deixe para amanhã o que pode fazer hoje". Seja feliz, não espere que amanhã seja melhor. Torne hoje seu dia o melhor. Não perca tempo com situações estressantes. Não dê atenção àquilo que bloqueia sua felicidade. Não crie dificuldades para sua felicidade. Ser feliz é muito fácil, mais fácil ainda é impedir que aconteça. O tempo passa e você vai viver esperando o que? Dias melhores

Horizonte comodista

João trabalhava em uma empresa há muitos anos. Funcionário sério, dedicado, cumpridor de suas obrigações e, por isso mesmo, já com seus 20 anos de casa. Um belo dia, ele procura o dono da empresa para fazer uma reclamação: -- Patrão, tenho trabalhado durante estes 20 anos em sua empresa com toda a dedicação, só que me sinto um tanto injustiçado. O Juca,que está conosco há somente três anos, está ganhando mais do que eu. O patrão escutou atentamente e disse: -- João, foi muito bom você vir aqui. Antes de tocarmos nesse assunto, tenho um problema para resolver e gostaria da sua ajuda. Estou querendo dar frutas como sobremesa ao nosso pessoal após o almoço. Aqui na esquina tem uma quitanda. Por favor, vá até lá e verifique se eles têm abacaxi. João, meio sem jeito, saiu da sala e foi cumprir a missão. Em cinco minutos estava de volta. -- E aí, João? -- Verifiquei como o senhor mandou. O moço tem abacaxi. -- E quanto custa? -- Isso eu não pergunt