Ilusão de ótica


"O ser humano vivencia a si mesmo, seus pensamentos como algo separado do resto do universo - numa espécie de ilusão de ótica de sua consciência. E essa ilusão é uma espécie de prisão que nos restringe a nossos desejos pessoais, conceitos e ao afeto por pessoas mais próximas. Nossa principal tarefa é a de nos livrarmos dessa prisão, ampliando o nosso círculo de compaixão, para que ele abranja todos os seres vivos e toda a natureza em sua beleza. Ninguém conseguirá alcançar completamente esse objetivo, mas lutar pela sua realização já é por si só parte de nossa liberação e o alicerce de nossa segurança interior."

Albert Einstein


Comentários

Norma Villares disse…
A grande Ilusão.
Esta FANTASIA DA SEPARATIVIDADE.
Individuo tem sua origem etimológica na palavra INDIVISO, aquele que não se dividiu. Mas o SER HUMANO criou a divisão e agora está caindo a ficha que fez besteiras por cima de besteiras.
Está chegando a hora de caminhar em direção a unificação.
Grata pela visita, volte sempre pra tomar cafezim com pão de queijo e um dedim de prosa.
Bom texto amigo.
Melhores abraços
Insana disse…
Linda postegem

Bjs
Insana
*lua* disse…
Amigo!!!

A única forma de enxergarmos Deus é olhando para dentro de nós e vivenciá-lo é cuidar, se importar, sentir falta e amar o outro!!!

beijos
Valdeir Almeida disse…
Emocional e psicologicamente, o ser-humano é constituído por necessidade de se relacionar.

Quando o indivíduo não se relaciona com ninguém, acaba tendo como único escape a própria introspecção o que pode trazer consequências nefastas, como a depressão e o individualismo.

Abraços.
É um prazer ter vc na minha lista de amigos, obrigada pela visita.

Seja bem vindo Pelos Caminhos da Vida, meu nome é Ana.

beijooo.