Transitoriedade existencial


"Nossa existência é transitória como as nuvens do outono. 
Observar o nascimento e a morte do ser é como olhar os movimentos da dança.
Uma vida é como o brilho de um relâmpago no céu. 
Levada pela torrente montanha abaixo"

Gautama Buda

Comentários

franciete disse…
Amigo mui querido, eu tenho dias em que emagino como gostaria de morrer, então eu me vejo sentada numa nuvem, e vendo as pessoas que eu amo dançando e cantando. Como os Indios, e a dizerem que bom agora sim ela vai ser feliz.
Tudo isto são as ideias férteis que povoam o meu imaginário.
Vida*** disse…
Sou uma gota no oceano.Mas sem essa gota o oceano não se completaria. Qdo. observo as gotas de orvalho nas plantas e flores.Vejo a imensidão do Amor de Deus por nós!! Obrigada,Tdos os dias!! Por tdas as gotas de orvalho que na plantinha quase sem vida...um dia colocaste.Para RENASCER***Com Paz e Luz.
Jorge disse…
A vida é como um raio...passa tão depressa descendo até à Terra, iluminando e limpando a atmosfera.E fica a pergunta: será que somos raio mesmo?

Grande amigo, um super abraço!!!
*lua* disse…
Há somente vida ... a morte é sempre uma circunstância ... estamos mortos quando perdemos esperança, estamos mortos quando não crescemos a cada dia ... estamos mortos quando deixamos nossos defeitos de caráter nos comandar ... mas sempre há momentos para ressurreição e então a morte torna-se passado até que baixemos nossa guarda novamente.

Bom final de semana para ti!
monidibb disse…
Reclamamos do outono, tempo de renovação.E do inverno, tempo que, dependendo de como é vivido, pode se transformar em viva primavera!