Pular para o conteúdo principal

Beijo de Luz no Coração

 

Recebi o selo "Um beijo de luz no coração" de meu garnde amigo Jorge 
                 http://nectantaurus.blogspot.com/    

Ofereço-o, com muito carinho e reconhecimento, a todos os meus amigos e simpatizantes do blog:

  Um grande e fraternal abraço a todos



Comentários

Vida*** disse…
HOJE...FUI CONVIDADA A CONTAR ESSA HISTÒRINHA PARA CRIANÇAS DE 5 a 6 aninhos.(Nùcleo Humberto de Campos/Trabalho com crianças carentes.) ***A ONCINHA AMBICIOSA(PERDÂO)***.Em muitas ocasiões,Deus nos permite errar para que aprendamos a Perdoar.Certo dia,a oncinha amanheceu muito trite.Olhava indiferente os regatos de água cristalina,as árvores,os pássaros sem dar valor algum a tdo que a cercava.Minha Filha,disse carinhosamente mamãe Onça,que se passa com vc?Qual razão dessa tristeza?Não é nada mamãe;eu só tenho vontade de ir embora,devem existir lugares muito melhores do que aqui.Porque filhinha?Vc não é Feliz aqui?Não! Respondeu Oncinha,eu quero coisa melhor!Mamãe Onça mto triste deixou-a partir. Onçinha caminhou mtos dias,e por fim avistou uma gde cidade.Sem saber do perigo que corria,mto alegre se encaminhou para a cidade.Via mtas casas,automóveis,carroças,gente.A medida que Oncinha caminhava,ele percebeu que as pessoas se afastavamdela com medo.De repente,viu-se cercada por três homens armados de cordas grossas.Quero voltar para minha casa! Por Favor NÂO ME PRENDAM !!Mas,ninguém lhe deu atenção e acabou sendo PRESA e levada a um circo.A partir daquele dia a Vida de Oncinha se Transformou.Tdos os dias obrigavam-na a subir numa gde bola,e andar com dois pés,e qdo não conseguia fazer tdo direitinho,ganhava chicotadas!Na sua JAULA Oncinha chorava de SAUDADE e arrependimento por ter largado seus pais e tdo o carinho que eles lhe davam.Um dia o domador esqueceu de trancar a porta da jaula,e bichinha mto esperta viu que poderia fugir.Abriu a porta da jaula e correu mto,não vendo a hora de rever seus pais.Ao chegar em casa.Oncinha chorando mto disse:-PERDÂO,MAMÂE E PAPAI! PERDÂO...por eu nõ ter dado valor a tdo o que eu tenho aqui.Pois agora eu aprendi que a gente tem que dar VALOR ao que ***DEUS***nos deu.(A data da apostila marcava 17 de agosto. Vc ainda tem dúvida do PODER de DEUS ??)(O núcleo atende mais de 250 crianças. Onde como Prof.Educação Infantil...Fui convidada a contar essa Histórinha.)*** As crianças pintaram a Oncinha com tdas as cores do Arco Irís.Com lapís coloridos. Depois,fui convidada a fazer uma Oração...junto com as crianças. PAZ E LUZ,SEMPRE !!SOMOS TDOS IRMÂOS assim nosso Pai là do Céu nos ensina.(Pai Nosso,foi o que orei e AGRADECI por estar ali com aquelas crianças.)Passando uma mensagem de AMOR E FÈ !!! Bjos de LUZ EM SEU CORAÇÂO AMADO IRMÂO.
Maysha disse…
Meu querido amigo muito obrigada pela gentileza.
Peço desculpa de só hoje agradecer, mas não sabia deste mimo tão lindo. Alem disso tenho sempre muita dificuldade em entrar aqui, não sei porque, a maior parte das vezes bloqueia e tenho de desistir.
Sou grata, tenha uma boa noite, beijo de luz, no seu coração
Isa

Postagens mais visitadas deste blog

Velhos Tempos

Tudo muda.... Houve um tempo em que se pedia “a benção” aos pais quando se acordava pela manhã ou se deitava para dormir, assim como antes de sair de casa. Hoje os filhos nem sabem o que significa pedir “a benção”, Afinal mal falam bom dia ou boa noite. E para sair de casa nem precisam falar aonde vão. Um filho, nesse tempo, referia-se aos pais ou pessoas mais velhas como “Sr” e “Sra”. Hoje os filhos se referem aos pais ou pessoas mais velhas como “Você”, Afinal nem sabem o significado de um pronome de tratamento respeitoso. Houve um tempo que não se falava enquanto adultos estivessem falando. Hoje os filhos falam enquanto os pais se obrigam a ficar quietos, Afinal nem sabem o que é ouvir. Os filhos, certamente, compreendiam o olhar recriminador de seus pais. Hoje se um pai lança um olhar recriminador ao filho, Passará despercebido ou ouvirá: “que cara feia é essa, velho?” Houve um tempo em que um filho pedia, por favor, ou “eu posso?” Hoje um filho não pede, por favor, e

Vivemos esperando

Novamente estamos nos aproximando de mais um final de ano. É impressionante como o tempo está passando rápido. Diria mesmo que está "voando". Essa constatação nos faz refletir sobre aquele velho dito popular: "Não deixe para amanhã o que pode fazer hoje". Seja feliz, não espere que amanhã seja melhor. Torne hoje seu dia o melhor. Não perca tempo com situações estressantes. Não dê atenção àquilo que bloqueia sua felicidade. Não crie dificuldades para sua felicidade. Ser feliz é muito fácil, mais fácil ainda é impedir que aconteça. O tempo passa e você vai viver esperando o que? Dias melhores

Legado de miséria

D. Cacilda é uma senhorinha octogenária, muito frágil e humilde, mãe de nove filhos. Conseguiu, sob todas as dificuldades, torná-los homens e mulheres adultos. E com sua sabedoria ensinou-lhes as coisas certas da vida e o que é bom ou ruim. Seus filhos, todos casados, com suas ocupações e trabalhos, vivem correndo. D. Cacilda tem também muitos netos, talvez mais de 30, dentre os quais muitos já adultos e até casados. Mas, infelizmente, apesar dessa família tão numerosa de D.Cacilda, não escapa a senhorinha à solidão. D. Cacilda já se faz viúva há alguns anos e vive solitária em sua casinha, a relembrar de seus longos e passados anos ao lado de seu amado e companheiro marido. Sua modesta casa sempre foi o lar acolhedor para qualquer pessoa. E nunca houve quem ali não se sentisse confortado. Mas a vida tem seu ciclo. D.Cacilda, já tão frágil caiu doente, de cama, totalmente debilitada e dependente. Os anos pesaram em seus ombros já bastante arqueados. Mas que bom, ela tem tanto