Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril 19, 2009

SEXUALIDADE

SEXUALIDADE A distinção do que é normal ou não é uma questão muito delicada. Nesse sentido, a psiquiatria está muito envolvida, não para definir a normalidade, mas para estar em contato com as pessoas que não se consideram assim e sofrem por isso. Segundo a Organização Mundial da Saúde, existem três tipos de transtornos da sexualidade. Os relacionados à personalidade (transexuais, por exemplo), os de preferência (como pedofilia, exibicionismo, voyeurismo, fetichismo, necrofilia e sadomasoquismo) e as disfunções sexuais (disfunção erétil, ejaculação precoce, falta de desejo e dificuldade para o orgasmo, entre outros). A psiquiatria trata das disfunções de causa emocional. O homem ou a mulher podem ter dificuldades na cama por conta de bloqueios emocionais, como depressão ou ansiedade. Então, quando se tratar? A partir do momento em que o individuo, seu parceiro ou a sociedade sofre com o comportamento. Freud, há mais de um século, creditou à sexualidade uma importância muito g

Descontrole

Crawling (tradução) Linkin Park Composição: Indisponível Rastejando Rastejando dentro da minha pele Estas feridas, eles não curarão Medo é o que me derruba Confundindo o que é real Há algo dentro de mim que me puxa abaixo da superfície Consumindo, confundindo.. Esta falta de auto-controle eu temo que nunca acabe Controlando Parece que não consigo [Refrão II] Me achar novamente Minhas paredes estão se fechando (Sem um senso de confiança, estou convencido que há Muita pressão para eu aguentar) Eu me senti desse jeito antes Tão inseguro [Refrão] Rastejando dentro da minha pele Estas feridas, eles não curarão Medo é o que me derruba Confundindo o que é real Desconforto eterno se possuiu em mim Distraindo, reagindo, Contra minha vontade eu fico do lado da minha própria Reflexão Está assombrando Parece que eu não consigo [Refrão II] Me achar novamente Minhas paredes estão se fechando (Sem um senso de confiança, estou convencido que há Muita pressão para eu aguentar) Eu me senti dess

Caminhe pela vida

“Só é digno da liberdade, como da vida aquele que se empenha em conquistá-la." Goethe

Um pouco de História

A PSIQUIATRIA E SUA HISTÓRIA-"PELO MENOS UMA PARTE" Antiguidade Antes da cultura grega, toda a medicina física e psíquica do homem primitivo se apoiava em concepções de natureza mágica e intuitiva, constituindo assim atividade de sacerdotes e feiticeiros. Entretanto, no antigo Egito já existiam médicos cirurgiões que operavam o cérebro e na antiga China, 30 séculos a.C. já existiam alguns conhecimentos de farmacologia e farmacoterapia. Em I Reis da Bíblia, Saul (rei), primeiro rei de Israel, sofria com estados depressivos, que atribuía ao fato de se encontrar possesso de um espírito maligno. Para combater essas crises, Saul pedia a David, seu sucessor, que lhe tocasse a harpa. Hipócrates(460-377 a.C.) considerava a epilepsia (Mal Sagrado) era uma enfermidade natural com origem no cérebro e que a maioria das doenças resultava de transtornos de humores. Um dos seus grandes méritos foi advogar a origem natural de todas as doenças e pôr em causa a concepção sobrenatural das d

Um pouco sobre Dom Quixote

MIGUEL DE CERVANTES O Retrato é do espanhol Miguel de Cervantes Saavedra (1547-1616), autor de Dom Quixote de La Mancha, livro que marca o início do romance moderno e é um dos mais sólidos pilares da literatura universal. Pois bem, a exceção para Cervantes vem exatamente a propósito disso: O Engenhoso Fidalgo Dom Quixote de La Mancha completou em 2005 quatro séculos de sua primeira publicação.Cervantes — assim como Camões e Shakespeare, seus contemporâneos — é um desses raríssimos e prodigiosos artistas que conseguem sobrepujar o tempo e o espaço. Conforme uma pesquisa da Unesco realizada em 2002, o QUIXOTE é o segundo livro mais lido da história da humanidade, atrás apenas da Bíblia. É também um dos mais traduzidos. "Num lugar de La Mancha, de cujo nome não quero lembrar-me, vivia, não há muito, um fidalgo, dos de lança em cabido, adarga antiga, rocim fraco, e galgo corredor." Assim começa o livro. Conta a história de um fidalgo decadente, Alonso Quijano. De tanto ler nove

Drummond e Portinari

"A minha casa pobre é rica de quimera / e se vou sem destino a trovejar espantos, / meu nome há-de romper as mais nevoentas eras, / tal qual Pentapolim, o rei dos Garamantas." Assim começa o primeiro dos 21 poemas de Carlos Drummond de Andrade glosando os 21 desenhos de Cândido Portinari que celebram o Quixote, de Cervantes. O álbum, editado muito apropriadamente pela Dom Quixote, é um belo objecto que apela ao prazer dos sentidos. Na introdução, são explicadas as circunstâncias da sua produção. Em 1956, Portinari foi aconselhado pelo médico a abandonar o uso das tintas, cuja intoxicação lhe poderia ser fatal. O pintor passou a usar os lápis de cor, material usado na série de 21 desenhos aqui reproduzidos. Só após a morte, o filho, João Cândido, vendeu a série D. Quixote. Os textos de Cervantes que inspiraram, em concreto, estes desenhos, são aqui publicados seguindo a tradução de Miguel Serras Pereira para a nova versão com que a editora portuguesa celebrou o quarto centen

O desafio do estigma

Um dos principais obstáculos para o sucesso do tratamento e controle das doenças mentais é o estigma associado às mesmas. Esse estigma leva a uma grande discriminação que exacerba desnecessariamente os problemas destas pessoas. Tal discriminação limita a quantidade de recursos para o tratamento, a disponibilidade de abrigo, as oportunidades de trabalho, e a interação social, problemas que refletem em um estigma ainda maior associado às doenças. O estigma leva a equívocos freqüentes na mídia, que ajudam a perpetuar estereótipos negativos. O estigma não afeta apenas as pessoas com a doença, mas também seus familiares, tutores e profissionais de saúde. Conforme um levantamento feito nos Estados Unidos, mesmo após cinco anos de vida normal e trabalho duro, um ex-doente mental foi menos aceito pela sociedade do que um ex-criminoso. As atitudes populares ao redor da doença mental estão muito arraigadas e se refletem na linguagem estigmatizante que geralmente é usada para de

Sem preconceitos

VIDEO SOBRE PRECONCEITO http://www.metasocial.org.br/ms_video_carlinhos.shtml Ser preconceituoso é uma atitude de fracassado, pois a pessoa, em vez de olhar para sua meta, procura formas de diminuir os outros. Para piorar as coisas, a pessoa que tem preconceitos contra os outros acaba criando preconceitos contra si própria.

NOS PALCOS DA NATUREZA ROLAM INFINITOS ESPETÁCULOS

Quantas vezes por dia, semana, mês ou ano você pára para observar a natureza. E quando digo natureza é absolutamente tudo mesmo. Pode ser até mesmo aquela planta que tem na sua casa ( ou não tem ??), pode ser aquela árvore de seu quintal ou calçada. Pode ser aquele pássaro que você vê voando no céu, ou, quem sabe, sentado no muro. Pode ser as nuvens passando, a chuva caindo ou o sol brilhando. Ahhh se fosse a paisagem dessa foto então....Quem sabe..... Mas não perca esses momentos em sua vida!!!!!

Surrealismo

O Sol

IMPORTÂNCIA DO SOL EM NOSSAS VIDAS É MUITO MAIOR DO QUE POSSAMOS IMAGINAR. ELE É A ENERGIA QUE NOS FAZ SOBREVIVER. VÁRIOS POETAS ADORAM ESCREVER SOBRE O SOL, TANTO QUANTO MUITOS ESCREVEM SOBRE A LUA. PÔR DO SOL O sol morre aos poucosSeu sangue no céuTão rubro e etéreoFlutua e escorre Estrelas, vampirosDa luz tenra e puraConsomem, solenes,Todo o firmamento… Só resta um resquícioDa luz que recua;Pois na rocha nua Ela ainda brilhaA alma do diaBrilhando na lua. Fernando Pessoa O sol queima o que toca. O verde à luz desenverdece. Seca-me a sensação da boca. Nas minhas papilas esquece.

Silêncio do porão

Homem escarra misérias: expõe seu porão. Massa cefálica unta, inerente, fecunda:-.....loucura habitado verme desonja parasitas dentro do pensamento. Grito castra teu fôlego...Temores ardem feridas...misérias de viver prostram sub existem goles de silêncio. ( E. B. JOINVILLE-SC)

Viva a vida

VIVA A VIDA ....O MAIS QUE PUDERES!!!!! SEM MEDO DE SENTIR A LIBERDADE ROÇANDO SEU CORPO...

Joan Miró

Joan Miró1893-1983. Contemporâneo do fauvismo e do cubismo, Miró criou sua própria linguagem artística e procurou retratar a natureza como o faria o homem primitivo ou uma criança, que tivesse, no entanto, a inteligência de um homem maduro do Século 20. Joan Miró nasceu em Barcelona, na Espanha, em 20 de abril de 1893. Apesar da insistência do pai em vê-lo graduado, não completou os estudos. Freqüentou uma escola comercial e trabalhou num escritório por dois anos até sofrer um esgotamento nervoso. Em 1912, seus pais finalmente consentiram que ingressasse numa escola de arte em Barcelona. Estudou com Francisco Galí, que o apresentou às escolas de arte moderna de Paris, transmitiu-lhe sua paixão pelos afrescos de influência bizantina das igrejas da Catalunha e o introduziu à fantástica arquitetura de Antonio Gaudí. Miró trazia intuitivamente a visão despojada de preconceitos que os artistas das escolas fauvista e cubista buscavam, mediante a destruição dos valores tradicionais. Em sua

Insanidade

HISTÓRIA ANTIGA E INSANIDADE Nero Nero: um dos imperadores mais polêmicos do Império Romano Nero foi um imperador romano do ano de 54 a 68 da era cristã. Até hoje é uma das figuras históricas mais polêmicas de todos os tempos. Seu nome completo era Nero Cláudio Augusto Germânico. Nasceu na cidade de Anzio (na atual Itália) no dia 15 de dezembro de 37. Nero tornou-se imperador romano em 13 de outubro de 54, numa época de grande esplendor do Império Romano. Nos cinco primeiros anos de seu governo, Nero mostrou-se um bom administrador. Na política, usou a violência e as armas para combater e eliminar as revoltas que aconteciam em algumas províncias do império. No tocante às guerras de expansão, Nero demonstrou pouco interesse. De acordo com os historiadores da antiguidade, empreendeu apenas algumas incursões militares na região da atual Armênia. Suas decisões políticas, militares e econômicas eram fortemente influenciadas por algumas figuras próximas. Entre elas, podemos citar sua

Aceita-me...

Autor: Roberto S.W. EXORTAÇÃO de UM EXCEPCIONAL Aceita-me! como sou, por questão de justiça e não por piedade. Torna-me! um ser útil, porque de esmolas não quero viver... Livra-me! da ignorância e da dependência, pelo seu dever de cidadão. Põe! em meus lábios a luz de um sorriso e não a sombra tristonha do medo... Ajuda-me! a não ser tão pesado a meus queridos pais, fazendo minha reintegração na sociedade. Reflete! que meu início foi igual ao seu início. Saiba! que as ilusões que cercaram o meu nascer foram as mesmas que seus pais sonharam. Desperta! com seu afeto, a minha mansidão, contra a agressividade que avassala. Olha-me! SOU HUMANO COMO VOCÊ

Você tem.....?

Autor: ARNALDO JABOR PACIÊNCIA Arnaldo Jabor Ah! Se vendessem paciência nas farmácias e supermercados... Muita gente iria gastar boa parte do salário nessa mercadoria tão rara hoje em dia. Por muito pouco a madame que parece uma "lady" solta palavrões e berros que lembram as antigas "trabalhadoras do cais"... E o bem comportado executivo? O "cavalheiro" se transforma numa "besta selvagem" no trânsito que ele mesmo ajuda a tumultuar... Os filhos atrapalham, os idosos incomodam, a voz da vizinha é um tormento, o jeito do chefe é demais para sua cabeça, a esposa virou uma chata, o marido uma "mala sem alça". Aquela velha amiga uma "alça sem mala", o emprego uma tortura, a escola uma chatice. O cinema se arrasta, o teatro nem pensar, até o passeio virou novela. Outro dia, vi um jovem reclamando que o banco dele pela internet estava demorando a dar o saldo, eu me lembrei da fila dos bancos e balancei a cabeça, inconformado... Vi u

OUSE

"OUSE, NÃO TENHA MEDO!!!!" Autor: FERNANDO PESSOA “Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas que já têm a forma do nosso corpo e esquecer os nossos caminhos que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos”

Jabuticabas e asas

Há muito tempo atrás... depois do mundo ser criado, houve um dia numa tarde de céu azul e calor ameno um encontro com Deus e seus incontáveis anjos. Deus estava sentado, calado, sob a sombra de um pé de jabuticaba. Deus erguia suas mãos então colhia uma ou outra fruta, saboreava sua criação negra e adocicada. Fechava os olhos e pensava. Permitia-se um sorriso piedoso. Mantinha seu olhar complacente. Foi então que das nuvens um de seus muitos arcanjos desceu e veio em sua direção. Você já ouviu a voz de um anjo? É como o canto de mil baleias. É como o sorriso de todas as crianças do mundo. É como um sussurro da brisa. Suas asas eram lindas... brancas... imaculadas... Ajoelhou-se aos pés de Deus e falou: -Senhor, visitei sua criação como pediu. Fui a todos os cantos. Estive no sul e no norte, no leste e no oeste. Vi e fiz parte de todas as coisas. Observei cada uma de suas criaturas humanas. E por ter visto, vim até o Senhor para entender. Por que cada uma das pessoas desta terra tem ap

Psiquiatria - Doenças invisíveis e desacreditadas

As definições de saúde e doença variam entre indivíduos, grupos culturais e classes sociais. A saúde significa mais que apenas a ausência de sintomas desagradáveis. A definição mais conhecida é a da Organização Mundial de Saúde: “um estado de completo bem estar físico, mental e social, e não simplesmente a mera ausência de doença ou enfermidade.” O processo de autodefinição como doente é baseado nas percepções de cada um, nas percepções de outrem ou de ambas. A maior parte das pessoas pode experimentar um ou mais sintomas anômalos em algum momento de sua vida diária, geralmente de forma branda, e menos de 20% procuram consulta médica. Geralmente, é fácil classificar alguém como doente quando os sinais e sintomas são claros e objetivos: um braço engessado, uma perna com ferida, um indivíduo vomitando ou sangrando. Contudo, difícil é saber o que se passa na mente de um Ser humano, já que não se pode ler seus pensamentos, ver suas aflições, seus medos, insegurança e insatisfações. Isso é

Sem medo de procurar ajuda

No mundo existem 400 milhões de pessoas que sofrem transtornos mentais ou problemas psicossociais como aqueles relacionados com o abuso do álcool e de drogas. De cada quatro pessoas atendidas nos serviços de saúde, ao menos um é diagnosticado por estes transtornos. Mas existem sérios problemas de falta de diagnóstico e tratamento adequado, sobretudo em relação à depressão. Ainda que num princípio se poderia entender como saúde mental só aquilo relacionado com transtornos ou problemas psicológicos, a verdade é que a perspectiva é bem mais ampla. De fato, problemas derivados da forma de vida que caracteriza as sociedades atuais são consideradas hoje em dia como uma parte essencial da saúde mental. É o caso, por exemplo, do ESTRESSE. O fato de que transtornos de ansiedade, o estresse e outros mal-estares psicológicas se tenham convertido na primeira causa de baixa trabalhista deixa poucas dúvidas a respeito de sua crescente importância. As doenças e mal-estares relacionados com a saúde me

ESQUIZOFRENIA

A esquizofrenia é uma doença mental grave, que se caracteriza por desordem profunda nos processos psíquicos, resultando em desfecho desfavorável. A doença geralmente evolui por surtos, isto é, existem períodos de exacerbação dos sintomas mórbidos e existem períodos de acalmia. Porém, mesmo remitido o surto agudo, no período intervalar o paciente continua apresentando desordens mentais, que se chamam defeito esquizofrênico, caracterizado por embotamento afetivo, ensimesmamento, falta de auto e de heterocritica, distúrbios de pensamento, que podem manifestar-se isoladamente ou em conjunto. Os surtos não têm freqüência constante. Podem ocorrer várias vezes ao ano ou uma só vez na vida (muito raro), mas se eles são irregulares quanto à freqüência, não o são quanto ao arranjo psicopatológico que engendram na mente do sofredor. São sempre graves, muitas vezes de difícil abordagem terapêutica, e quanto mais amiúde ocorrem, mais rapidamente levam o paciente ao comprometimento total das esferas

Assim é a vida

Um garoto nasceu com uma doença que não tinha cura. Tinha 17 anos e podia morrer a qualquer momento. Sempre viveu na casa de seus pais, sob o cuidadoconstante de sua mãe. Um dia decidiu sair sozinho e, com a permissão da mãe, caminhou pela sua quadra, olhando as vitrines e as pessoasque passavam. Ao passar por uma loja de discosnotou a presença de uma garota, mais ou menos da sua idade, que parecia ser feita de ternura e beleza. Foi amor à primeira vista. Abriu a porta e entrou, sem olhar para mais nada que não a sua amada. Aproximando-se timidamente, chegou ao balcão onde ela estava. Quando o viu, ela deu-lhe um sorriso e perguntou se podia ajudá-loem alguma coisa. Era o sorriso mais lindo que ele já havia visto, e a emoção foi tão forte que ele malconseguiu dizer que queria comprar um CD. Pegou o primeiro que encontrou, sem nem olhar de quem era, e disse: - "Esse aqui". - "Quer que embrulhe para presente" perguntou a garota sorrindo ainda mais. Ele só mexeu com a

Haja o que houver, eu estarei sempre com você

Na Romênia, um homem dizia sempre a seu filho: - Haja o que houver, eu sempre estarei a seu lado.Houve, nesta época, um terremoto de intensidade muito grande, que quase arrasou as construções lá existentes.Estava, nesta hora, este homem em uma estrada. Ao ver o ocorrido, correu para casa e verificou que sua esposa estava bem, mas seu filho nesta hora estava na escola. Foi imediatamente para lá.E a encontrou totalmente destruída. Não restou, uma única parede de pé.......Tomado de uma enorme tristeza, ficou ali ouvindo a voz feliz de seu filho e sua promessa (não cumprida).Haja o que houver: eu estarei sempre a seu lado.Seu coração estava apertado e sua vista apenas enxergava a destruição.A voz de seu filho e sua promessa não cumprida o dilaceravam.Mentalmente percorreu inúmeras vezes o trajeto que fazia diariamente segurando sua mãozinha.O portão (que não mais existia); corredor....... Olhava as paredes, aquele rostinho confiante...Passava pela sala do 3º ano, virava o corredor e o olh