Obscuro da Alma



"Obscuro
No escuro íntimo
Seu maior inimigo
Você

 
Aquele que sabe tudo
Aquele que te denuncia
Aquele que te acusa
Aquele que te satisfaz os desejos

 
Você
Alma encarcerada nesta carcaça
Alma aprendiz
Aprendes?

 
Luta em confusões
De sentimentos
De emoções
E vive a tormenta

 
Quem sabe
Um dia te reconhecerás
E soltarás as amarras
Dessa veste chamada corpo
"



Comentários

Anônimo disse…
Também acho que nosso maior inimigo somos nós mesmos.
Abraço
Unknown disse…
Ola meu amigo Parabéns... Muito profético este post...

Obrigado pelo carinho e as sabias palavras deixadas em meu blog...

Um abração

Gilberto Queiroz
Jorge disse…
Ainda precisamos do corpo para o nosso crescimento. As amarras que nos une ao físico, depende do nosso saber, compreender e viver o Amor.


Abraços,

Jorge
:) disse…
Grande verdade. Nós sabemos tudo... sobre nós... e essa consciência pesa.
Há meu amigo mui querido, quanta felicidade eu encontro no fim de tão grande Oceano. Que nos separa eu lhe digo meu amigo só desse lado eu tenho amigos com um A do tamanho do A maior do mundo o A do Amor e amizade.
Para si o meu eterno carinho e bem-aja sempre por toda a vida e mais além.
Beijos de luz em seu coração
MEU AMIGO TENHO NOS MEUS LAMENTOS UM SELINHO DEDICADO A SI GOSTARIA QUE O LEVA-SE SE GOSTAR DELE.
É O PRIMEIRO A CONTAR DE CIMA.
ACHO QUE SE IDENTIFICA CONSIGO
OBRIGADO PELO CARINHO.
Psiq. Desmistificado, sábias palavras em formato de poema! Enquanto a integração interna não ocorre, a real comunhão não é estabelecida. Assim nossos lados desconhecidos ou rejeitados, tornam-se nossos inimigos, sem que ao menos saibamos. Parabéns! Abraços.
CICL disse…
Um abraço também para este blogue. Gostei de passar por cá.
Até breve
Julimar Murat disse…
Muito obrigada pela sua visita e seu comentário.
Achei seu blog muito interessante e passo a segui-lo
Um grande abraço

Julimar