Escada da vida



Há muitas pessoas que têm o hábito de se preocupar constantemente. E essa preocupação incessante, muitas vezes, domina todos os segundos de seu dia.

Quase nunca estão livres de um ou de muitos

problemas, de uma ou de várias doenças.

O excesso de preocupações transparece no rosto.

Deixa as pessoas como que hipnotizadas ou petrificadas,

com dificuldade para sorrir, relaxar, aproveitar a vida.

A preocupação com elas próprias e com o que têm

a esclarecer é tão grande que não lhes sobra

tempo para viver.

Só falam de si, só lhes interessa o que

se passa com elas e acabam ensimesmadas.


Mas, afinal, em que direção devemos caminhar?

Para quem fazemos as coisas?

Como nos comportamos quando os

esforços que empreendemos parecem em vão?

A diferença entre as pessoas reside na maneira como se deixam tocar pelosacontecimentos.

Como podemos lidar com as frustrações e o que aprendemos a partir destas experiências vividas.


Comentários

Blog Dri Viaro disse…
Oi passei pra conhecer seu blog, e desejar boa tarde.
bjss

aguardo sua visita :)